Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Filmes que Desafiam: "The True Cost"

0
0
0
s2sdefault

O filme desta semana, garantimos-te, não te deixa indiferente à forma como consomes, especialmente as roupas. Este documentário vai descobrir as origens da chamada "fast-fashion". 

 

De uma forma muito sucinta, este documentário aborda um assunto importante - o impacto do consumo exagerado de produtos de moda em termos ambientais e humanos.

Qual o verdadeiro custo das camisolas que custam 4€? Qual o verdadeiro custo da moda descartável? O que está por detrás de um consumo de moda que cresceu 500% nos últimos 20 anos com produtos cada vez mais baratos, ano após ano?

Os operários dos países em desenvolvimento realmente precisam trabalhar sob condições tão precárias? A forma como as coisas se fazem hoje é a única solução existente?

Andrew Morgan, o diretor do documentário, nunca tinha dado muita atenção às roupas que comprava. Até 2013, quando numa manhã viu a capa do The New York Times, sobre o colapso de uma fábrica de produtos texteis no Bangladesh e a morte de grande parte dos seus operários. 

O acidente em questão era o do colapso do Rana Plaza, que aconteceu em 2013, logo depois de um incêndio noutra fábrica que produzia roupas para grandes marcas de moda. Dois acidentes marcantes que ganharam as manchetes do mundo. De facto, o Rana Plaza foi uma espécie de wake-up call , que fez com que muita gente começasse a prestar atenção aos problemas da indústria da moda que aconteciam desde 1980, mas até então passavam despercebidos.

Diante de tantas perguntas e acontecimentos, o diretor resolveu visitar e conversar com pessoas diferentes da indústria global da moda, desde os trabalhadores que ganham 2 dólares por dia, aos donos das fábricas têxteis, aos produtores de algodão, aos ativistas pelos direitos humanos, aos economistas que são a favor ou contra o sistema. Só não conseguiu conversar com as grandes varejistas, que recusaram ceder entrevistas. Curiosamente, foram as grandes marcas que se recusaram a dar entrevistas. Porque será?

O verdadeiro impacto está no momento "pós-filme" - como te queres posicionar nesta sociedade de consumo desenfreado? Vais comprar porque precisas ou porque "é barato"? Que escolhas tens feito quando compras algo? Tens consciência de toda a cadeia de produção que existe por trás? 

Marcações: Valores, Ecologia, Ambiente, Reciclagem , Mundo, Moda, Filme, Consumo, Consumismo

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.