Fusos horários - 7 curiosidades

0
0
1
s2smodern

Durante muitos séculos, as principais e únicas ferramentas de localização eram as cartas náuticas, utilizadas pelas grandes navegações. Para os navegadores, que exploravam o desconhecido, essas cartas eram uma fonte de informação imprescindível. Um dos principais problemas nessa fase, no entanto, era a falta de padronização. Cada país ou navegador poderia utilizar o seu próprio método para demarcar as regiões e criar a sua própria carta de navegação.

 

Antes do meridiano de Greenwich ser declarado oficialmente, em 1884, as principais linhas utilizadas como marco zero eram os meridianos de Paris, Coimbra e Cádiz. Após a convenção, os fuso horários ficaram padronizados, e mesmo cada país podendo escolher seguir ou não o acordo, a maioria fá-lo. 

1. A Linha Ferroviária dos EUA forçou a criação do fuso horário

Antes da linha ferroviária sair do papel no continente norte-americano, cada local utilizava o seu próprio fuso horário, deixando as coisas um tanto complicadas, especialmente para quem é fanático pela organização. Com as linhas de comboio concluídas, as empresas forçaram o governo a estabelecer regras, até mesmo para que o cronograma dos comboios fosse seguido corretamente.

2. França tem a maior quantidade de fusos horários

 

A explicação está nas suas colónias, com territórios espalhados na América do Sul, Central e do Norte, África, Oceania e Antártida. A França possui 12 marcações de zonas horárias distintas devido a todos esses locais.

3. A China possui apenas um horário oficial

Teoricamente, quatro linhas meridionais cruzam o país, o que deveria significar pelo menos cinco diferentes horários. Porém, em 1949 Mao Zedong substituiu tudo isto por um horário único: o de Pequim, na China inteira. Ou seja, na região mais a leste, o sol não nasce antes das 10 da manhã. Uma loucura!

4. Pólos Norte e Sul não tem fusos horários

Como o Planeta Terra se assemelha muito ao formato de um globo (apesar de algumas teorias sugerirem algo diferente), o fim das linhas meridionais acontece em cada extremo do planeta; ou seja, nos polos. Neste caso, quando alguém vai visitar o local, acaba por usar o fuso horário do país. 

5. O ser humano envelhece mais devagar no espaço do que na Terra

Quanto mais próximo do centro do planeta Terra um objeto ou uma pessoa estiver, mais devagar o tempo deve passar. Isto acontece devido à ação da gravidade. Basicamente, os teus pés envelhecem mais devagar que sua cabeça, mas é óbvio que isso se dá em escala quase insignificante.

Teoricamente, se seguirmos apenas essa variável, no espaço qualquer ser humano ficaria mais velho rapidamente. Todavia, com a ação da velocidade, se pegarmos alguém que esteja na estação espacial, por exemplo, a pessoa vai envelhecer cerca de 0.005 segundos mais devagar devido à velocidade a que a estação viaja em torno da Terra.

6. Arizona e Hawai não seguem horário de verão 

Os habitantes dos estados norte-americanos de Arizona e do Hawai não tem o problema de se perguntar se a hora muda ou não. Nesses locais, que são naturalmente muito quentes e ensolarados, a mudança não faz muito sentido, já que os benefícios são o aproveitamento da luz do Sol por mais tempo e a melhor distribuição do uso da energia elétrica.

7. Jet lag afeta quem viaja para Leste 

Se viajas com frequência, já deves ter notado que ir para Oeste é mais “fácil” do que para Leste, pois os sintomas do jet leg são mais amenos. Isso foi comprovado por investigadores da Universidade de Maryland, que descobriram que o corpo se adapta melhor a dias mais longos (o que acontece quando viajamo para Oeste).

 

Marcações: Viagens , Verão, Mundo, Horário, Relógio

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Partilha

    Escuta, Arrisca e ... Partilha

    João Batista é a figura central deste tempo do Advento. Prepara. Encaminha. Endireita. Conduz. Aqueles que o ouvem encontram nele uma pergunta: que devemos fazer?

  • Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Iniciamos hoje uma proposta de meditação um bocado diferente da habitual. Estás preparado?

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Presépio de Lata" de Rui Veloso

    Nesta quadra festiva, propomos-te uma viagem por músicas que nos propõe refeltir sobre como vivemos o Natal. Esta semana convidamos-te a ouvir Rui Veloso. 

  • 5 coisas a fazer no Advento

    5 coisas a fazer no Advento

    Estamos todos naquela fase do ano em que pensamos "como é que passou tão depressa?". Com o tempo a passar, o ano de 2019 está mesmo ali no virar da esquina. Podes estar a perguntar-te como aproveitar ao máximo a vida antes do ano acabar? Aqui vão umas ideias:

  • Vem aí um novo filme do SONIC - e o

    Vem aí um novo filme do SONIC - e o "teaser" divide opiniões

    O live-action do Sonic, que terá Ben Schwartz como Sonic e Jim Carrey como o vilão Robotnik, tem o primeiro teaser oficial.  E, bem, o vídeo não está a agradar os fãs.

  • 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    Segundo a Amnistia Internacional, os direitos humanos continuam a não ser cumpridos na totatlidade. Os ativistas dos direitos humanos e movimentos de justiça social enfrentam uma batalha difícil.

  • Vida para além da Terra - é possível?

    Vida para além da Terra - é possível?

    A possibilidade de encontrar vida fora da Terra sempre instigou a imaginação humana. A primeira missão espacial que procurou sinais extraterrestes aconteceu em 1979. O programa Viking, conduzido pela NASA, chegou a enviar sondas para Marte, à procura de indícios. A missão, na época, acabou por não ter resultados. 

  • Escuta, Arrisca e... Muda!

    Escuta, Arrisca e... Muda!

    “Uma voz clama no deserto”… Esta expressão do Evangelho é parecida ao mundo de hoje, quando vemos grandes figuras nos filmes, concertos, jogos de futebol … Achamos sempre que, dessas pessoas que admiramos, sai um raio de luz inesperado, algo que nos poderá deixar uma marca para a vida.

  • 25 possibilidades de fazer voluntariado

    25 possibilidades de fazer voluntariado

    Gostavas de te dedicar ao voluntariado mas não sabes onde te dirigir? Começa por definir as tuas áreas de interesse.

  • Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Hoje comemora-se o Dia Internacional do Voluntário. Muito mais do que dar quando nos apetece ou porque fica bem no futuro CV, ser voluntário é assumir um compromisso, uma responsabilidade - a de ir ter com o outro sempre que ele precise.

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Christmas Unicorn" de Sufjan Stevens

    Quando pensamos em músicas de Natal pensamos logo na Mariah Carey, no Michael Bublé, nos Wham!, no Coro de Santo Amaro de Oeiras ... a variedade não acaba. Hoje propomos-te um "registo" natalício diferente.

  • Não consigo dormir!

    Não consigo dormir!

    Passas o dia inteiro com sono, mas depois chega a hora de dormir e aguentavas uma direta? Isto é para ti!