Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Coreias - porque são duas? e porque se vão encontrar?

0
0
0
s2sdefault

A península da Coreia está localizada no nordeste asiático. Tem fronteiras com a China, a noroeste, e a Rússia, a nordeste, e é separada do Japão, a leste, pelo Estreito da Coreia e pelo Mar da China Oriental.

 

Começando por rever a História da Coreia a partir do fim da Segunda Guerra Mundial, verificamos que esta península, que até então estava anexada ao Império Japonês, foi dividida ao meio pelo paralelo 38. A norte do paralelo, o território foi fortemente influenciado por forças russas, e a sul do paralelo, o território foi fortemente influenciado por forças norte-americanas.

Imagem relacionada

O paralelo 38 e a divisão das coreias

A República Democrática da Coreia (ou, para nós, Coreia do Norte) foi fundada por Kim Il-sung, de acordo com a política juche. Hoje, a Coreia do Norte é governada por Kim Jong-un - filho do anterior líder, Kim Jong-il, e neto do fundador do país - segundo as mesmas ideias de exibicionismo agressivo da sua provável auto-suficiência económica imune a influências estrangeiras.

A República da Coreia (ou, para nós, Coreia do Sul), fundada em 1948, tem vindo a consolidar-se como uma democracia moderna. O crescimento económico da Coreia do Sul tem sido rápido (e maior que o da Coreia do Norte), sendo hoje considerado como um dos países mais desenvolvidos do mundo, segundo as Nações Unidas, com as tecnologias mais avançadas e as melhores comunicações.

A constituição destes dois novos países, nestes territórios, influenciados por ideias e planos tão diferentes, não foi pacífica. Talvez por isso, em 1950, começou a Guerra da Coreia que opôs o norte ao sul e, ainda hoje, não temos a certeza de que esta guerra terminou. Nesta guerra, a China e a Rússia alinharam pelo norte, e os EUA e outros países ocidentais alinharam pelo sul.

Em 2000 e em 2007, já houve encontros entre os representantes da Coreia do Norte e os representantes da Coreia do Sul, nos quais se conversou sobre o fim da guerra. Infelizmente, os dois países não acordaram mais que paz temporária.

Parece que o que está em causa já não é só a disputa territorial da península coreana, mas também a insistência da Coreia do Norte em fabricar e não exportar armas nucleares (que são armas semelhantes às bombas utilizadas pelo exército dos EUA, em Hiroshima e Nagasaki, no fim da Segunda Guerra Mundial).

Diz-se que a Coreia do Norte é o país mais isolado do mundo e pouco sabemos sobre ele.

Um português que visitou este país em 2012 conta-nos que - tanto para norte coreanos, como para turistas - não é permitido utilizar o telemóvel, nem sempre é autorizado enviar e-mails, e os telefonemas para fora do país são caríssimos. Os turistas não podem passear sozinhos, livremente, por este país que, diz, é pobre e pouco desenvolvido.

Olhando para a Coreia do Norte, de dia, pouco mais podemos ver do que as imagens dos seus líderes e do exército assustadoramente alinhado em paradas militares e desfiles de armas. À noite, vista do céu, a Coreia do Norte é quase tão escura como o oceano...

Tudo indica que os políticos da Coreia estão a tentar uma nova reaproximação. A Coreia do Sul convidou os seus vizinhos do Norte a integrar a equipa coreana na última edição dos Jogos Olímpicos e o convite foi aceite pela Coreia do Norte. Possivelmente indo também ao encontro destas aspirações, a Coreia do Norte convidou, através da Coreia do Sul, o Presidente dos EUA para conversações, ao que parece, sobre armas nucleares.

É cedo para concluir que as divergências das duas Coreias foram ultrapassadas; mas certo é que os seus atuais líderes mostram, felizmente, maior interesse na convergência de esforços do que os seus antecessores... ou não estaria agendada a Cimeira Intercoreana para o mês que vem!

Marcações: Valores, História, Europa, Japão, Coreia, Relações Internacionais

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.