Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Voltar à escola: O que vestir? Posso maquilhar-me?

0
0
0
s2sdefault

No regresso às aulas, depois de três meses de férias, é sempre difícil decidir que roupa e maquilhagem usar. E porquê? Não é propriamente pela roupa em si, nem pela cor do blush ou do batom. É que voltar às aulas depois de tanto tempo representa a oportunidade para um novo começo, que, normalmente, vem acompanhado de look fresco.

A verdade é que numa idade de descoberta constante e contínua, 3 meses fazem toda a diferença, até na altura. Às vezes damos por nós a crescer uns bons centímetros e parece que o nosso cérebro e maturidade acompanha este crescimento no verão.

Mas perante tanta informação, tantas dúvidas sobre quem somos ainda e qual a nossa identidade, como organizar as ideias e, acima de tudo, como refleti-las na imagem exterior que passamos para os outros? Deixamos-te alguns conselhos que podem ajudar:

Opta pelo conforto

Não adianta de nada sentires-te atraente e confiante se por dentro estás num desconforto total. Não te esqueças que o mais importante é que a tua imagem não descure os teus objetivos e se apodere do teu dia-a-dia. Por isso, aposta em roupas confortáveis. E sim, é possível conciliar conforto com roupas atuais e que reflitam a tua personalidade. Se em vez de seguires todas as tendências para cada época optares pelo que fica bem no teu tipo de corpo e no que realmente gostas, vais ver que é meio caminho andado para te sentires confortável e cuidado/a ao mesmo tempo.

Faz o seguinte exercício: imagina-te daqui a 10 anos a olhar para o presente e pensa se te sentirias orgulhoso/a da tua imagem dada em situação em que te encontravas. Se sim, aposta nas tuas escolhas!

Não “enchas” a pele

Provavelmente nesta fase ou tens uma pele perfeita de bebé ou estás a começar a aperceber-te dos primeiros problemas relacionados com manchas e acne. Seja qual for a situação, vais causar mais problemas se optares por camadas e camadas de maquilhagem. Há muitas alternativas às bases pesadas, incluindo os cremes hidratantes de cor que percorrem todas as letras do alfabeto (BB ao ZZ) ou, simplesmente, os corretores leves que disfarçam apenas as zonas mais problemáticas.

E não te sintas confusa com todos os produtos disponíveis no mercado. Procura junto de um especialista perceber qual é o teu tipo de pele e usa sempre esse princípio como o principal para escolher qualquer maquilhagem. Pele oleosa, seca, sensível ou outra… Existem produtos destinados a cada tipo e se usares os mais apropriados à tua pele não vais precisar de a cobrir completamente.

Quanto a cores, para o produto de rosto (seja BB creme, corretor ou outro) é sempre preferível usares ligeiramente mais claro do que a tua pele, caso tenhas dificuldade a encontrar o tom mais parecido com o teu. Se usares uma cor muito escura pode-te dar um ar pesado. Quanto às cores de blush e batom, não há regras (a não ser que a escola e os pais imponham algumas). Usa o que sentes que é apropriado ao ambiente em que te encontras, mas mantém sempre um look natural e, uma vez mais, tem sobretudo atenção à quantidade de produto que usas. À medida que vais experimentando vais percebendo o que complementa melhor o teu tom de pele. Para os lábios, um gloss com uma cor neutra pode ser a melhor opção.

Fica ainda longe das sombras de olhos e pestanas falsas. Pensa apenas nestes quatro essenciais: um produto de base para rosto, um blush, um produto para lábios (até pode ser um batom hidratante com alguma cor) e um rímel (opta por castanho se tiveres pestanas naturalmente grandes para parecer mais natural).

Mantém o foco ao longo do ano

Não deixes pela primeira semana de escola o cuidado com a tua imagem. Pensa e prepara ao longo de todo o ano o que vais usar na noite anterior, para de manhã não andares apressado. Esta é a melhor forma de te sentires confortável no que escolhes para usar no dia seguinte, porque tiveste tempo para pensar em tudo e os outros vão reparar na tua confiança e bem-estar!

Marcações: Escola, Pele, Roupa, Maquilhagem, Creme

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.