Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Desliga a net para veres este site!

0
0
0
s2sdefault

Criadoado pelo engenheiro de software Chris Bolin, este manifesto exibe um conteúdo que só pode ser lido se estiveres offline. É isso mesmo: uma página publicada na internet pede que desligues a net para que leias o texto.

Nele, o autor diz que as notificações das apps minam nosso foco em relaçao ao  que realmente é importante, mas que o verdadeiro problema não é a tecnologia, mas, sim, nossa própria mente. Para Bolin, somos nós que devemos aprender a focar no que importa, e, para isso, é essencial passar algum tempo offline no dia a dia- 

O engenheiro acredita que, se quiseres aproveitar 100% algum conteúdo que viste enquanto estavas online,precisas eliminar as distrações que a vida online oferece, como notificações, vídeos relacionados e o Feed do Facebook. E apps como Netflix e Spotify já permitem fazer o download de conteúdos que sejam do teu interesse, para desfrutares quando estiveres offline.

Aqui vai o manifesto para uma vida menos online:

''2017. 2 minutos de leitura.

Quer ser produtivo? Basta desligar, pois manter uma ligação constante com a internet é manter uma ligação constante com interrupções, tanto externas como internas.

As interrupções externas são uma legião e bem documentadas: tem uma nova mensagem no Gmail, Slack, Twitter, Facebook, Instagram, Snapchat, LinkedIn. Amigos, familiares, colegas de trabalho e spammers: cada um tem acesso direto à sua preciosa atenção.

Mas são as distrações internas verdadeiramente perniciosas. Pode silenciar as notificações do Twitter e sair do Slack, mas como impedes a tua própria mente de descarrilamento? Passei horas capturado em teias da minha própria curiosidade. O mais perigoso é o capricho dividido, a propósito do nada: ''Eu me pergunto qual é o segundo idioma mais falado?'' Aqueles 500 milisegundos poderiam mudar seu dia, porque nunca é apenas uma pesquisa no Google, apenas um artigo da Wikipédia. O ato de desligar da internet faz um curto-circuito desses caprichos, permitindo que você se mova sem embaraços. (É o espanhol, por sinal).

Esta página em si é uma experiência nesta veia: e se certo conteúdo nos obrigasse a desligar? E se os leitores tivessem acesso a essa gloriosa atenção que faz devorar um romance por horas de uma forma tão gratificante? E se os criadores pudessem emparelhar isso com o poder dos aparelhos modernos?Os nossos telefones e PC's são incríveis plataformas para novos conteúdos – se apenas pudéssemos aproveitar a nossa própria atenção.

O conteúdo offline apenas obrigaria os criadores a pensar de forma diferente. Olha para esta página: não há um único link, nenhuma oferta de nota de rodapé para distrair os leitores. Quantos bons artigos deixou na metade da leitura porque apanhaste um cintilante link sublinhado?

Quando estás offline, aqui é o único lugar onde podes estar.

Eu já posso ouvir os gemidos: ''Mas eu tenho que estar online para o meu trabalho.'' Eu não ligo. Cria tempo. Aposto que o que o torna valioso não é a tua capacidade para o Google, mas a tua capacidade de sintetizar informações. Faz as tuas pesquisas online, mas cria offine.

Agora volte para a internet a. Apenas lembra-te de te dares um presente ocasional. 

Chris''

Marcações: Internet, Tecnologia

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.