11 de setembro: O que mudou no mundo?

0
0
0
s2sdefault

Há 18 anos, em Nova Iorque, o ataque terrorista aos edifícios World Trade Center abalou o mundo. Que marcas ficaram no mundo?

 

Políticas de bagagens

Mochilas, malas e outras coisas que toda a gente ignorava, passaram a ser muito perigosas. Começou a campanha mundial do "Não deixe a sua bagagem perdida!". Toda a política de segurança dos aeroportos foi completamente alterada. Dois meses depois dos ataques, nasceu nos EUA a Transportation Security Agency (TSA). Antes dos ataques, podíamos despedir-nos da família no aeroporto mesmo depois do check-in. 

 

Presença permanente no Afeganistão 

Pouco tempo depois dos ataques, os Estados Unidos, sob o comando do presidente George W. Bush, começaram a bombardear o Afeganistão. 

Em novembro, vários países, incluindo os EUA e o Reino Unido, formaram a Aliança do Norte e assumiram o controlo da capital Cabul. Mas quase duas décadas depois, os Estados Unidos ainda têm tropas estacionadas no país que estão a ajudar o governo estabilizar.

O presidente Trump anunciou em 2017 que aumentaria o número de tropas no Afeganistão em 3.000, elevando o número de tropas para 14.000.

Mudou a forma como lemos as notícias

Antes do 11 de setembro, muitos meios de comunicação estavam a reduzir o número de jornalistas e reportagens internacionais.

Mas depois deste ataque, mais e mais estações dedicaram mais tempo a notícias de todo o mundo, de acordo com o The Pew Research Center.

Também após os ataques, David Westin, então presidente da ABC News, ordenou que não se mostrasse o avião atingindo a segunda torre muitas vezes para não "incomodar" os espectadores, especialmente crianças, algo que não era comum naquela época.

Aumentou o número de deportações nos EUA

Depois deste ataque, o governo Bush aumentou os esforços de deportação e aumentou as restrições de imigração em resposta ao sucedido no país. Segundo a ABC News, as deportações dobraram na última década - e as deportações criminais aumentaram numa percentagem ainda mais alta.

De 2001 a 2012, houve um aumento de aproximadamente 400% nas deportações criminais, informa a ABC News. 

 

Marcações: Valores, Política, Mundo, Terrorismo, Ataques, 11 de setembro

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.