É a hora de comunicar

0
0
1
s2smodern

Atualmente, temos a melhor tecnologia que nos permite comunicar uns com os outros à distância. As redes sociais são um assombro. Mas qual a qualidade da nossa comunicação?

Mesmo antes da descoberta das novas tecnologias, já os adolescentes em geral formavam grupos de amigos onde se exercitava a comunicação. De facto, o ser humano nasceu para o encontro e para a relação. O maior castigo que se pode dar a uma pessoa é passar por ela ignorando-a. E isolar uma pessoa numa cela da prisão é o castigo que a sociedade dá aos criminosos. Comunicamos principalmente com as palavras. Quem fala emite mensagens que deverão ser descodificadas pelo receptor.

Mas esta transmissão tem os seus problemas. Temos a experiência de comunicar mensagens e verificar que os outros não captam senão metade da mensagem. Também se comunica estando em silêncio. Há silêncios que valem por um milhão de palavras. E comunicamos com um olhar, um gesto, um sorriso... É, como sabes, a chamada comunicação não-verbal. Seja comunicação verbal ou não verbal, é sempre tempo de comunicar.

Infelizmente, na actualidade, existe muita comunicação superficial, pouca comunicação profunda e praticamente nenhuma comunicação íntima. Facilmente enviamos mensagens com quem está do outro lado do planeta. Contudo, esta comunicação é habitualmente superficial. Cada qual está encerrado na sua solidão, diante do computador ou com o telemóvel nas mãos.

É preciso que cada um de nós escolha qual a pessoa com a qual pode ter uma comunicação profunda e íntima. O encontro entre os dois, cara a cara, será fonte de alegria. O segredo está em encontrar bons amigos ou amigas. Todos somos de certo modo culpados de tantas depressões, maus momentos e até tentativas de suicídio de gente nova. Faltou a comunicação profunda e íntima.

A comunicação entre as pessoas pode ser de três maneiras

1. Comunicação superficial

As pessoas não contam nada acerca de si próprias. Cada qual esconde-se atrás da sua máscara. Falam de ideias, dos outros, de acontecimentos, de desporto, de modas, de cantores, de novas tecnologias… Nesta comunicação superficial, cada qual continua a sentir-se só, mesmo estando em companhia.

2. Comunicação profunda

As pessoas comunicam entre si, revelando como são, dando a conhecer a sua personalidade, sem medos. A pessoa, sentindo que o outro é amigo, arrisca a revelar quem é, na certeza de que é escutado. Nesta fase de comunicação, é normal não se contarem coisas íntimas, segredos pessoais.

3 . Comunicação íntima

Quando a amizade é muito profunda, as pessoas não têm receio de contar ao outro os seus segredos, os seus problemas íntimos. São amigos que abrem as portas do seu coração. Esta comunicação íntima dá um grande prazer, pois cada qual tem alguém em quem pode confiar verdadeiramente

Fica com um engraçado exemplo de como a comunicação assertiva pode ser eficaz:

 

 

Marcações: Tempo Livre, Comunicação, Relações

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias