As cores da Quaresma

0
0
1
s2smodern

Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

Os primeiros cristãos não usavam cores precisas para as celebrações. A primeira vez que se refere uma cor usada especificamente na celebração é num escrito do sec. IV que diz que os sacerdotes usavam uma veste cândida para celebrar a Ceia do Senhor.

De facto, o branco sempre foi a cor preferencial da liturgia por fazer lembrar a veste dos mártires (cf. Ap 6, 11), a virtude da pureza e a santidade de vida e costumes. A partir do sec. IX começou-se a usar outras cores e somente em 1173 o Papa Inocêncio III define o cânone das cores litúrgicas. São Pio V, em 1570, define que na liturgia se podiam usar somente o branco, o vermelho, o verde, o preto, o roxo e o rosa com normas fixas acerca dos dias específicos para cada cor.

O roxo passou a ser, então, a cor predominante na quaresma. Usa-se esta cortodos os dias da quaresma exceto no quarto domingo e nas solenidades que normalmente acontecem neste tempo – São José e a Anunciação do Senhor.

Não é fácil saber os motivos da escolha do roxo para os tempos de penitência e de luto mas a mais provável é ser uma influência dos romanos que usavam esta cor para um antigo ritual de expiação das más ações, o ver sacrum. É também usado por ser uma cor sóbria, que não chama à atenção, como deve ser o tempo da quaresma.

No quarto domingo da quaresma a liturgia veste-se duma cor diferente: o rosa. Isto acontece porque aquele domingo é uma espécie de paragem nas boxes durante a quaresma. A Igreja diz-nos com isso que ainda não é Páscoa, mas que está quase a ser… o rosa, de facto, é a mistura do roxo (da penitência quaresmal) como branco (da festa pascal).

As cores litúrgicas são, sobretudo, litúrgicas. Isto quer dizer que não é necessário os cristãos andarem vestidos conforme as cores do tempo (ou passaríamos a maior parte do ano vestidos de verde…) nem que outras coisas tenham de ter essa cor. Ás vezes vê-se na igreja que almofadas, cortinas, véus e outros objetos mudam de cor conforme o tempo e isso não é necessário. A cor litúrgica serve para que a celebração assuma o tom próprio do tempo!

 

corquaresma

Marcações: Valores, Jesus , Mensagem, Quaresma, Cores, Padres

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Santíssima Trindade

    Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Santíssima Trindade

    Para alguns, Deus é simplesmente algo misterioso. Para outros, é um velhote de barbas brancas sentado no Céu, que está bem longe do que se passa na Terra.

  • Como sei que é meu amigo?

    Como sei que é meu amigo?

    Espera, antes disso. Quais as qualidades e características que uma pessoa tem de ter para a considerares tua Amiga? A importância que quem está à tua volta tem na tua vida é determinante!

  • Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Domingo de Pentecostes

    Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Domingo de Pentecostes

    A paz recebida de Jesus transforma-se em missão. Outrora, o Pai confiara a Jesus uma missão (ser portador da salvação de Deus à nova humanidade); agora é Jesus que envia os seus a serem portadores desta mensagem de vida nova a todos os homens.

  • James Bay: Uma boa surpresa para a tua

    James Bay: Uma boa surpresa para a tua "playlist"

    "Sem expectativas" - é o meu lema para os concertos. No Domingo fui assistir ao concerto de Ed Sheeran, que contava com 3 concertos de abertura. Mais uma vez, fui sem expectativas, sem preparação. E fui surpreendida.

  • 7 factos sobre Ed Sheeran

    7 factos sobre Ed Sheeran

    No fim de semana em que o cantor vem a Portugal para dois concertos, damos-te a conhecer algumas curiosidades do cantautor inglês. 

  • Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Ascensão do Senhor

    Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Ascensão do Senhor

    Jesus sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, e em seu nome serão pregados a todos os povos a conversão e o perdão dos pecados. São as últimas palavras de Jesus, o seu testamento. Agora somos nós que temos de continuar o Seu legado. Jesus confia-nos três tarefas, que se resumem em três elementos.

  • Filmes com

    Filmes com "cheiro a Verão"

    Férias de verão significa ir até à praia, piscina, estar o maior tempo ao sol. Com a escola quase a terminar, há muito tempo livre para ocupar, e porque não com filmes? Aqui vão algumas sugestões:

  • Uma ilha no Mediterrâneo formada por ... lixo?

    Uma ilha no Mediterrâneo formada por ... lixo?

    O mar mediterrâneo comunica-se com o Atlântico pelo Estreito de Gibraltar e banha incontáveis praias pitorescas do norte da África, da Europa e da Ásia, cobrindo uma área de aproximadamente 2,5 milhões de quilómetros quadrados.

  • Fake News: Como detetar

    Fake News: Como detetar "bots" no Twitter?

    "Marcus099875 retwittou..." Um nome seguido de vários números aleatórios pode ser uma indicação de bot no Twitter. Contudo, o padrão não é regra e é preciso aprofundar um pouco mais. Investigadores do site Recorded Future deram uma palestra sobre este fenómeno na Security Analyst Summit deste ano. A ideia é mostrar porque é que os bots são utilizados.

  • Há vida para além de

    Há vida para além de "A Guerra dos Tronos"?

    8 anos e 8 temporadas depois, "A Guerra dos Tronos" chegou ao fim este fim de semana. Mas, e agora? O que fazer ao tempo dedicado a esta série? Aqui vão algumas sugestões:

  • "Estou sempre a adormecer"

    Quantas vezes dás por ti a adormecer nas aulas? Seja por uma noite mal dormida ou uma tarefa entediante, estar constantemente a fechar os olhos a todo o momento não é algo agradável. Para ficar mais alerta e deixar a preguiça de lado, aqui vão algumas dicas. 

  • Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Domingo V da Páscoa

    Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Domingo V da Páscoa

    Judas sai para entregar Jesus. Quem fica, alimenta-se de Deus, através de Jesus. A saída de Judas da presença dos discípulos cria o ambiente para a intimidade com os seus. É o tempo da despedida, do testamento final.