Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

A ansiedade nas palavras deles

0
0
0
s2sdefault

Tem sido crescente a atenção dos media para as questões relacionadas com a saúde mental. Também algumas figuras públicas aproveitam o espaço que lhes é dado para falar destas questões e como as ultrapassaram. 

Shawn Mendes

"O grande problema para mim era o facto de não falar com o Andrew. Entrava cada vez mais num buraco negro. Por isso, sempre que tenho um problema, por mais pequenino que seja, eu falo com ele imediatamente. Porque se não resolves o problema logo que ele comece, o mesmo vai começar a ficar maior. Quanto mais guardava as coisas para mim, mais as pequenas coisas, como dar autógrafos, me causavam uma imensa ansiedade. Quando explico tudo, quando as coisas saem da minha cabeça e juntos resolvemos a situação, consigo dar autógrafos, concertos, uma tour num dia...nenhuma destas coisas se torna num problema. Entrevista à Billboard Live Music Summit 

Selena Gomez

"As digressões tornam-se num sítio solitário. A minha autoestima ficava mesmo em baixo. Comecei a ter ataques de pânico ainda antes de entrar em palco ou mesmo depois do concerto. Sempre sentia que não fui boa o suficiente, que não era capaz. Senti que não estava a dar tudo aos meus fãs e que eles conseguiam ver isto - o que é uma completa mentira... O que eu queria dizer é que a vida é tão stressante e eu às vezes sinto o desejo de sair dela. Mas eu não estava a conseguir resolver as minhas coisas sozinhas e decidi partilhar com alguém." Entrevista à Vogue

Miley Cyrus

"Eu tinha ataques de ansiedade desde pequena. Ficava cheia de calafrios, sentia que ia desmaiar ou então vomitar. Acontecia sempre antes dos concertos e eu cancelava. Assim a ansiedade começou a gerar ansiedade. Eu estava com os meus amigos e só pensava "Eu devia estar a fazer mais coisas". Tu entras neste buraco negro de tal forma que parece que nunca vais conseguir sair." Entrevista à  Marie Claire

Demi Lovato 

"Eu sentia tal ansiedade que sentia que estava drogada. Cheguei a ter problemas na tiróide porque estava tão stressada e tão ansiosa com tudo. Lembro-me mesmo de ir ao hospital uma vez porque sentia mesmo que tinha sido drogada: Estava a ter um ataque de ansiedade. Se começo a ter esses sintomas, só preciso de respirar bem fundo até sentir que consigo controlar a minha respiração. " Entrevista ao Huffington Post

A abertura tem sido cada vez maior. Encarar estas questões com naturalidade é um dos primeiros passos. Se te identificas com algum destes sintomas, faz o mesmo que eles fizeram: fala com alguém! Procura ajuda... Afinal, estão muitos mais a passar pelo mesmo que sentes. 

Marcações: Escola, Saúde , Ansiedade, Relações

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.