A ansiedade nas palavras deles

0
0
1
s2smodern

Tem sido crescente a atenção dos media para as questões relacionadas com a saúde mental. Também algumas figuras públicas aproveitam o espaço que lhes é dado para falar destas questões e como as ultrapassaram. 

Shawn Mendes

"O grande problema para mim era o facto de não falar com o Andrew. Entrava cada vez mais num buraco negro. Por isso, sempre que tenho um problema, por mais pequenino que seja, eu falo com ele imediatamente. Porque se não resolves o problema logo que ele comece, o mesmo vai começar a ficar maior. Quanto mais guardava as coisas para mim, mais as pequenas coisas, como dar autógrafos, me causavam uma imensa ansiedade. Quando explico tudo, quando as coisas saem da minha cabeça e juntos resolvemos a situação, consigo dar autógrafos, concertos, uma tour num dia...nenhuma destas coisas se torna num problema. Entrevista à Billboard Live Music Summit 

Selena Gomez

"As digressões tornam-se num sítio solitário. A minha autoestima ficava mesmo em baixo. Comecei a ter ataques de pânico ainda antes de entrar em palco ou mesmo depois do concerto. Sempre sentia que não fui boa o suficiente, que não era capaz. Senti que não estava a dar tudo aos meus fãs e que eles conseguiam ver isto - o que é uma completa mentira... O que eu queria dizer é que a vida é tão stressante e eu às vezes sinto o desejo de sair dela. Mas eu não estava a conseguir resolver as minhas coisas sozinhas e decidi partilhar com alguém." Entrevista à Vogue

Miley Cyrus

"Eu tinha ataques de ansiedade desde pequena. Ficava cheia de calafrios, sentia que ia desmaiar ou então vomitar. Acontecia sempre antes dos concertos e eu cancelava. Assim a ansiedade começou a gerar ansiedade. Eu estava com os meus amigos e só pensava "Eu devia estar a fazer mais coisas". Tu entras neste buraco negro de tal forma que parece que nunca vais conseguir sair." Entrevista à  Marie Claire

Demi Lovato 

"Eu sentia tal ansiedade que sentia que estava drogada. Cheguei a ter problemas na tiróide porque estava tão stressada e tão ansiosa com tudo. Lembro-me mesmo de ir ao hospital uma vez porque sentia mesmo que tinha sido drogada: Estava a ter um ataque de ansiedade. Se começo a ter esses sintomas, só preciso de respirar bem fundo até sentir que consigo controlar a minha respiração. " Entrevista ao Huffington Post

A abertura tem sido cada vez maior. Encarar estas questões com naturalidade é um dos primeiros passos. Se te identificas com algum destes sintomas, faz o mesmo que eles fizeram: fala com alguém! Procura ajuda... Afinal, estão muitos mais a passar pelo mesmo que sentes. 

Marcações: Escola, Saúde , Ansiedade, Relações

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Depois de ter passado uma noite em oração e de ter escolhido os doze, Jesus encontra agora dois grupos de pessoas: numerosos discípulos e uma grande multidão. A multidão sente-se desorientada e procura Jesus por dois motivos: quer ouvir a sua Palavra e ser curada dos seus males.

  • "Tolkien": Uma viagem pela mente do criador de "O Senhor dos Anéis"

    A pergunta mais velha do mundo que se faz a qualquer mente criativa é: "Como é que surgiu esta ideia?". Pois este ano vamos poder conhecer uma das mais brilhantes mentes do século XX. 

  • Música: porque gostamos tanto dela?

    Música: porque gostamos tanto dela?

    Independentemente do teu estilo musical favorito, com uma coisa podemos concordar: ouvir música faz bem e deixa-nos felizes. Companheira de viagens, caminhadas e, para os mais sortudos, presente também na hora do trabalho, a música é algo que tem a capacidade de melhorar o nosso humor e, inclusive, fazer com que a nossa concentração melhore, mas já te perguntaste como é que isto é possível?

  • Will Smith em tons de azul - o novo trailer de

    Will Smith em tons de azul - o novo trailer de "Aladdin"

    Durante  a cerimónia dos Grammys 2019 foi divulgado um novo trailer do remake do filme "Aladdin" da Disney. 

  • Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Ontem à noite decorreu a 61ª edição dos prémios Grammy, que distingue o que de melhor se fez na música no ano que passou.

  • Escuta, Arrisca e ... Confia!

    Escuta, Arrisca e ... Confia!

    No Evangelho deste Domingo, Pedro tem um gesto de confiança: Pela tua palavra, porque és Tu a dizê-lo, para Te dar um prazer, por Ti … lanço as redes.

  • O capitalismo: O que é?

    O capitalismo: O que é?

    Provavelmente já ouviste algumas pessoas falarem sobre esta coisa chamada capitalismo. Se já ouviste os teus pais a reclamar sobre o capitalismo ou algum dos teus professores a abordar este assunto, hoje explicamos-te este tema de uma forma simples. 

  • Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Quer estejas a planear algo especial com o teu namorado(a) ou um jantar com as amigas, aqui vão algumas ideias.

  • Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Jesus está no início da sua vida pública. Na sinagoga de Nazaré lê uma citação do profeta Isaías e actualiza-a, aplicando o conteúdo da profecia a si mesmo e à sua missão.

  • A ansiedade nas palavras deles

    A ansiedade nas palavras deles

    Tem sido crescente a atenção dos media para as questões relacionadas com a saúde mental. Também algumas figuras públicas aproveitam o espaço que lhes é dado para falar destas questões e como as ultrapassaram. 

  • Porque é que os casais dão as mãos?

    Porque é que os casais dão as mãos?

    Quer estejas a ver um filme, a caminhar na rua, ou simplesmente dar uma volta, não há nada mais inato do que o ato de dar as mãos. Mas porque é que fazemos isso?  Há algo mais para além do conforto de estar com o teu mais que tudo?

  • O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    Toda a gente nas redes sociais participou no “Desafio dos 10 Anos”, a brincadeira que, basicamente, consiste em partilhar uma foto atual ao lado de uma de há 10 anos atrás para mostrar o quanto ou o quão pouco mudamos ao longo da última década, certo?