Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Porque é que os casais dão as mãos?

0
0
0
s2sdefault

Quer estejas a ver um filme, a caminhar na rua, ou simplesmente dar uma volta, não há nada mais inato do que o ato de dar as mãos. Mas porque é que fazemos isso?  Há algo mais para além do conforto de estar com o teu mais que tudo?

De facto, há. A razão pela qual damos as mãos pode basear-se em razões biológicas, psicológicas e culturais. Podes não ter noção, mas o simples ato de dar as mãos pode ser bastante complexo. 

Reduz o Stress

Se estás a ver um filme assustador, e de repente aparece um monstro assustador: O que é que podemos fazer? Se estás com o teu bae, provavelmente vais agarrar as suas mãos numa tentativa de procurar esforço. Claro, se o monstro for real, agarrar a mão de outra pessoa pode não salvar-te, mas não torna esse gest mais trivial. Dar as mãos, foi provado que reduz stress e ajuda o cérebro a responder melhor a situações mais ameaçadoras. 

O toque é uma forma de comunicação

A comunicação não verbal não é nenhuma novidade - provavelmente já ouviste a expressão "há gestos que valem mais que palavras" - mas a ideia de que conseguimos comunicar com o toque é algo que os psicólogos começaram a explorar na última década, e o toque consegue ser tão eficaz como qualquer outra forma de comunicação. 

Num estudo conduzido por psicólogos norte-americanos, as conclusões indicam que nós somos capazes de enviar sinais emocionais através do toque. No estudo, os participantes comunicaram diferentes emoções através do toque, com o receptor deste sinal a perceber 75% da mensagem. Por isso, se sentires que não consegues comunicar efetivamente com aquela pessoa de quem gostas muito, dá-lhe a mão e talvez fique tudo dito. 

Aquece-nos

Uma das melhores formas de preservar o calor? Pele com pele! Por isso, se te esqueceste das luvas em casa, ou o aquecedor está avariado e já tens três camadas de roupa, agarra a mão da pessoa que te é querida e aproveita os benefícios da biologia.

 

É uma forma de dizer que se gosta 

Imagina que estás a caminhar pelo corredor da escola e, de repente, vês a Inês e o Bernardo juntos, de mãos dadas. Agarras o teu telemóvel e envias mensagem a toda a gente a contar que eles namoram. Que outra razão teriam para dar a mão?

É verdade, dar as mãos pode ser uma grande afirmação de amor. Diz ao mundo que estás com aquela pessoa a valer. Por isso, quando dás as mãos, quando fazes essa afirmação ao mundo, pode ser uma grande coisa e pode significar muito para a tua relação.

Marcações: Relações, Namorados, Raparigas, Rapazes, Dia dos Namorados, Casais

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.