O que te faz feliz?

0
0
1
s2smodern

Índice do artigo

Estar com os amigos ou amigas, contemplar uma linda paisagem, ver o mar, dormir… Ser feliz é algo de muito pessoal. Cada qual tem a sua ideia acerca deste assunto. Para ti, o que é que te faz feliz? Escutámos a resposta de 12 adolescentes. Com a qual te identificas?

 

Estar com os amigos, e família

Sou feliz porque tenho amigos e uma boa família. Aproveito estar com eles todo o tempo possível 

De facto, a primeira coisa em que pensamos, quando se fala na felicidade, são os amigos, a família, o amor. O homem é um animal social: sem os outros, não é nada. Conversar, rir, criar um relacionamento durável com as pessoas que te escutam e compreendem verdadeiramente, eis o segredo da felicidade. Por conseguinte, é bom cultivar as relações com os outros, a quem amamos, sem excluir ninguém. Um conflito entre colegas ou em família é algo que pode acontecer. Mas não é preciso chamar as Nações Unidas para resolver essas situações. Uma carícia, um sorriso, uma palavra de desculpa, e amanhã será outro dia.

Saborear coisas boas

A felicidade para mim é comer. Sobretudo coisas doces, como o chocolate. Isso dá-me uma boa disposição. 

De facto, está provado que o chocolate nos torna felizes. É composto por ingredientes muito especiais, que afastam para longe as nossas tristezas. Quando as coisas parecem correr mal, há quem busque nos doces uma consolação, pois sabem bem. Uma das artes da culinária consiste em confeccionar bons doces. Contudo, como já ouviste muitas vezes da boca dos adultos, não se deve abusar da comida e dos doces. As calorias em excesso são uma causa da obesidade. Tratando-se do chocolate, deve dosear-se a quantidade. Ele é como uma droga: ajuda-te a sentires-te melhor, mas só durante algum tempo.

Ter dinheiro para fazer compras

O dinheiro dá a felicidade porque com ele podemos comprar tudo o que desejamos. 

Sem dúvida que é muito agradável comprar aquilo que desejamos. E hoje o mercado está continuamente a oferecer-nos coisas interessantes. Para isso, é preciso o dinheiro. Quando este falta, é uma tristeza. E é uma tragédia quando não há dinheiro sequer para as pessoas viverem com dignidade. Costuma dizer-se que “o dinheiro não dá a felicidade, mas ajuda”. O problema  com o dinheiro é que quanto mais se tem, mais se quer ter. Estudos feito com adultos provam que toda a gente desejaria ganhar mais 20% daquilo que recebe. Há sempre uma sede de mais. Mas com ele não se pode comprar tudo: a amizade, o amor.

Estar disponível

Eu sou feliz porque a minha família e os meus amigos podem contar comigo, e eu posso contar com eles. 

Prestar um serviço a alguém sem esperar nada em troca. Isso torna-nos felizes. Quando os outros precisam de nós, sentimo-nos úteis. As pessoas que dão muita importância na sua vida à atitude de servir os outros, sobretudo os pobres sentem uma felicidade especial. Percebem que há mais alegria em dar que em receber. Fazes bem em empenhar-te em actividades várias, seja na escola seja na tua cidade ou aldeia. Por exemplo, fazer parte de um grupo de teatro, entrar numa orquestra juvenil, cantar num grupo coral. Além disso, podes estar disponível para fazer o bem: visitar amigos doentes, lares de idosos.

Pensar positivo

Gosto de ser amiga de pessoas sorridentes. Quem não sabe sorrir fica muitas vezes só. 

Cada pessoa, por natureza, tem um carácter mais optimista ou mais pessimista. Mas a pessoa pode esforçar-se por não ficar no seu canto a ruminar os seus pensamentos negativos. Os optimistas também têm problemas, mas decidem não lhes dar demasiada importância. Preferem ver os aspectos positivos da vida. Esta alegria de viver exercita-se. Para ver essas coisas positivas, podes ao fim do dia e antes de te deitares, fazer uma lista de três coisas que te fizeram sorrir ao longo do dia. Pode ser uma anedota, uma sobremesa na cantina da escola, uma carícia recebida, uma boa acção. Experimenta aprender a ver tantas coisas belas e simples.

Viver num país em paz

Julgo que é motivo de felicidade viver num país onde não há guerra e onde se tem o suficiente para comer.

Sem dúvida que é uma sorte termos nascido num país que tem vivido em paz. Ao contrário de outros países, não temos tido guerras civis, que só provocam mortes e destruição. Como podem sentir-se felizes, por exemplo, os que têm de abandonar as suas casas e fugir, sem nada, para longe? Viver numa terra de paz, sendo motivo de felicidade, não nos dispensa de ter os olhos abertos sobre este mundo, que é uma imensa aldeia, e de fazer alguma coisa em favor das crianças e dos jovens que sofrem.

Praticar um desporto

Quando pratico desporto, esqueço todos os meus problemas. Não penso senão no jogo.

Quando se pratica desporto, o corpo produz endorfinas, a famosa “endorfina da felicidade”. Produz cinco vezes mais do que quando dormimos. Durante cerca de trinta minutos depois do esforço, uma sensação de bem-estar difunde-se sobre todo o corpo e permanece durante algum tempo. Se o desporto é um calvário para alguns, é
pura felicidade para outros. Se não és desportista, começa a sê-lo pouco a pouco. Para começar, podes fazer uma corrida durante dez minutos. Ficarás cansado, mas em breve serás um bom corredor. Podes optar por um desporto de equipa ou individual ao teu gosto.

Marcações: Valores, Crescer, Felicidade

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Premios Sophia: O melhor da cultura portuguesa que deves conhecer!

    Premios Sophia: O melhor da cultura portuguesa que deves conhecer!

    A longa-metragem de Sérgio Tréfaut, que adapta o romance 'Seara de Vento', de Manuel da Fonseca,ganhou onten seis prémios Sophia, entre os quais o de melhor atriz principal, Isabel Ruth, melhor ator principal, Hugo Bentes, melhor ator secundário, Adriano Luz, e melhor fotografia, Acácio de Almeida.

  • "Once Upon a Time in Hollywood": o filme que junta Leonardo Di Caprio e Brad Pitt

    Se 2019 já se revelava um bom ano para o cinema, há mais um que temos de colocar na lista! Once Upon a Time in Hollywood , com dois dos mais conhecidos atores de Hollywood e realizado por Quentin Tarantino.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma | Domingo III da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma | Domingo III da Quaresma

    Jesus conta agora uma parábola. A figueira é uma das plantas mais comuns e generosas da Palestina. Geralmente é plantada no meio das vinhas e produz fruto sem cessar. O dono da vinha procura fruto, mas nada encontra.

  • Moçambique: Como posso ajudar?

    Moçambique: Como posso ajudar?

    A passagem do ciclone Idai pelo centro de Moçambique, e as cheias que se seguiram, deixaram um rasto de destruição que provocou mais de 200 mortos. De organizações a clubes de futebol, há muitas formas de poder ajudar. Fica a conhecer algumas.

  • Quaresma - Só mais um esforço!

    Quaresma - Só mais um esforço!

    Para viver melhor a Quaresma como tempo de conversão, mais orientado para Deus e assim experimentar uma relação mais próxima com Ele, depois do Jejum e da esmola, a Igreja diz-nos que neste tempo devemos cultivar outra atitude fundamental dos cristãos: a oração!

  • 4 filmes para ver no Dia do Pai

    4 filmes para ver no Dia do Pai

    No Dia do Pai, nada melhor que um "serão cinematográfico" para celebrar todo o amor que recebes do teu pai. Deixamos-te algumas sugestões de filmes para veres neste dia especial.

  • Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Já muito se diz sobre o quão acelerados são os tempos em que vivemos. Além da distração,os mesmos aumentam os níveis de stress e ansiedade. Neste sentido, investigadores do Reino Unido debruçaram-se sobre como a meditação e o mindfulness pode contornar estes sintomas.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Depois de ter anunciado o Evangelho na Galileia, Jesus vai a caminho de Jerusalém. Como preparação para esta nova etapa da sua vida, começa a rezar. Sobe a um monte, o lugar de encontro com Deus. Leva consigo os seus discípulos de mais confiança: Pedro, João e Tiago.

  • As cores da Quaresma

    As cores da Quaresma

    Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

  • Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Provavelmente já ouviste alguma pessoa mais velha da tua família a começar uma frase com a expressão “No meu tempo..." Este padrão nostálgico tem a ver com o facto de que tudo, tudo mesmo, muda a uma velocidade absurda. Queres um exemplo? As pessoas nascidas nos anos 80 ou antes disso têm lembranças nítidas de como era a vida sem internet, sem redes sociais e, inclusive, sem telemóvel.

  • Quaresma - dar a vida em esmola

    Quaresma - dar a vida em esmola

    Depois de termos aprofundado o sentido do jejum hoje falamos sobre a segunda “arma” que a Igreja nos aconselha para vencer o pecado neste tempo da quaresma: a esmola.

  • Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Não é segredo nenhum que a indústria da moda é a que mais contribui para a poluição do nosso planeta. Entre aterros acumulados com roupas deitadas fora, toneladas de água desperdiçada usadas para tingir tecidos todos os dias e microfibras prejudiciais que são colocadas nos oceanos, a necessidade de grandes mudanças nunca foi tão grande.