Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Quem é que inventou os TPC? São mesmo precisos?

0
0
0
s2sdefault

Não adianta negar: um dos maiores pesadelos dos alunos são os trabalhos de casa. Muitas vezes questionam-se porque é que devem estudar ainda mais do que já estudam na escola, e ainda que esses questionamentos deem lugar à aceitação (ou quase) na adolescência e na fase adulta, a verdade é que sempre temos que rever em casa o conteúdo lecionado durante o dia.

Os TPC's surgem como uma técnica de aprendizagem e memorização - uma das melhores formas de consolidar a matéria é estar em contacto com a mesma. A questão é - sabes quando é que os professores começaram a mandar TPC's? :

Ao que tudo indica, o culpado por fazer com que pais e alunos sofram até hoje com os TPC's  é o educador italiano Roberto Nevilis, que, em 1095, passou a exigir que os seus alunos estudassem também fora da escola, como forma de castigo por indisciplina (ainda hoje é um suplício para nós!) .

A controvérsia

Ainda assim, não há provas de que a tática de Nevilis tenha sido realmente a pioneira nesse sentido, mas uma publicação do editor Edwark Bok, em 1900, mostrou que não é de hoje que os TPC's causam controvérsia – no seu texto, Bok dizia que os trabalhos de casa destruiam as crianças norte-americanas.

Para ele, os TPC's roubavam dos pequenos o direito de brincar e de estar em movimento, alegando também que a saúde física e mental das crianças estava ameaçada. Caberia assim aos pais decidir se os seus filhos fariam os trabalhos de casa ou não.  

O texto fez tanto sucesso que acabou por desencadear um movimento contra os TPC's, e muitas instituições proibiram a prática – em 1901, na Califórnia, foi aprovada uma lei estadual que tornava ilegal a exigência de TPC's a crianças com menos de 15 anos.

Dois lados

 

A coisa só voltou a ser o que era em 1957, quando os norte-americanos se sentiram ameaçados pela inteligência russa, que tinha acabado de lançar o programa Sputnik, e então os trabalhos de casa voltaram a ser permitidos e incentivados.

A polémica continua, no entanto, até aos dias de hoje, já que muitos pais ainda são contra a existência dos TPC's. Por outro lado, há educadores que acreditam que os trabalhos de casa fazem com que as crianças revejam conteúdos e sejam mais responsáveis, além de fazer com que os pais tenham uma noção dos conteúdos lecionados pelos filhos.

Ainda assim, especialmente nos EUA, é cada vez maior o número de pais que lutam para que os filhos não tenham de fazer os TPC's. Com argumentos semelhantes aos de Bok, defendem a ideia de que as crianças precisam ter mais tempo para brincar – com essa alegação, muitos alunos já não recebem mais tarefas escolares.

E agora?

Em março de 2015 uma escola pública de Nova Iorque baniu de vez os TPC's, pedindo que as crianças fossem brincar ao ar livre. A diretora Jane Hsu, diz que a medida foi adotada porque os efeitos negativos dos TPC's foram comprovados – entre esses efeitos estavam a sensação de que as crianças tinham de frustração e exaustão, além da falta de tempo para realizarem atividades que realmente gostam. 

Para a psicólogoa Erica Reischer, é realmente importante, especialmente para as crianças mais novas, ter tempo para brincar. “Brincar é aprender. É isso. Os pais precisam proteger esse espaço”.

Realmente, é difícil escolher um lado: os trabalhos de casa são, sim, capazes de fazer com que se decore melhor o conteúdo lecionado. Por outro lado, existem pontos negativos consideráveis. E tu? O que achas? 

Marcações: Escola, Valores, Amigos, Material Escolar, Professores, TPC's

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.