O "barco da vida" que a Carminho me mostrou

0
0
0
s2sdefault

Na passada terça-feira assisti ao concerto da Carminho e há uma história que a própria contou que não me tem saído da cabeça.

Integrado no Festival OITO24 em Espinho, a fadista Carminho encantou o público num cenário à beira-mar, num ambiente que ela própria admitiu ser "uma casa de fados a céu aberto". Com um cuidado incrível em explicar o "fado" por detrás de cada fado que cantou, há uma história que ouvi nesse concerto e que gostava de partilhar contigo. 

Segundo a fadista, a sua infância foi passada no Algarve. Lá, contava ela, ouvia a história de um pescador que teria partido para mais um dia de trabalho mas uma tempestade apanhou-o desprevenido. A tormenta fez com que o barco virasse e que a vida do pobre pescador ficasse em perigo. No entanto, "Alguém" salvou a vida desse pescador e ele chegou são e salvo a casa. 

Essa história ficou sempre na memória de Carminho, e quando surgiu a oportunidade de a contar no seu disco "Fado", não hesitou. 

Com o passar do tempo, a artista portuguesa chegou a uma conclusão interessante - Afinal não somos todos pescadores?

Neste barco que é a Vida, nas redes que vamos lançando - símbolo do nosso trabalho, das relações que vamos construindo -  quantas vezes vamos caindo? Quantas tormentas surgem no nosso caminho? Quantas vezes sentimos que estamos prestes a "afogar-nos"?

E, lá no meio da dor, não há sempre "Alguém" que nos salve? Um amigo, um professor, os pais ... aqueles que, sem saber de onde vem, parece que nos resgatam com um Amor incondicional.

A fadista diz que pensa sempre nos seus pais quando canta esta canção ... Aliás, disse que gosta de a chamar de "oração". E eu lá tenho "rezado esta canção", pensando nas inúmeras coisas boas que Deus, esse Alguém tão especial, me tem colocado no caminho,  

E tu? "Oras" por quem?

Marcações: Valores, Arte, Deus, Música, CD's, Artistas, Fado, Autores, Fadistas

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.