O que acontece no nosso cérebro quando nos apaixonamos?

0
0
1
s2smodern

Já deves ter ouvido a expressão que "o amor é uma droga". Não é à toa, e hoje explicamos-te porquê!

Quando estamos apaixonados, uma explosão de neurotransmissores invade a corrente sanguínea, fazendo com que os apaixonados tenham sensações muito parecidas ao consumo de substâncias ilícitas.

Mais do que isso, os especialistas já comprovaram que algumas fases do amor podem trazer sensações ainda melhores! 

O início da paixão

Sabes quando sentes um friozinho na barriga depois de encontrar aquela pessoa especial? É nesse momento que a dopamina entra em ação. Esse neurotransmissor é o responsável por fazer o coração bater mais forte e aumentar a vontade de estar sempre perto da pessoa amada. A dopamina também contribui para essa euforia inicial e aumenta a dependência emocional. Ainda nesse estágio, os níveis de seratonina caem, que faz aumentar o desejo sexual.

Uma relação estável

Com o passar do tempo, a tendência é que os pombinhos se tornem menos obcecados um pelo outro. Conforme os laços emocionais começam a aprofundar-se, o cérebro passa a produzir mais serotonina enquanto, num período de cerca de um ano, o fator de crescimento nervoso tende a voltar ao normal. Pode parecer menos excitante, mas o aumento da seratonina ajuda a desenvolver uma ligação menos dependente e mais confiante que prepara os casais para relacionamentos duradouros e estáveis.

Muitos anos depois

Quanto mais um relacionamento dura, menos dopamina é libertada no organismo. Mas isto não quer dizer que o vínculo entre as pessoas se está a perder. Na verdade, uma molécula chamada hormona libertadora de corticotrofina ajuda a manter os casais unidos. Esta é libertada sempre que os pombinhos se separam, causando uma sensação desconfortável que faz com que as pessoas sintam falta uma da outra.

Outra hormona importante nesta fase é a vasopressina, que apresenta níveis elevados no organismo masculino. Esta substância está ligada ao comportamento territorial, o que pode ser a explicação para que os homens, em relacionamentos saudáveis, sejam leais e protetores com as suas companheiras, além de serem mais fieis. (Já que em relacionamentos emocionalmente instáveis, tendem a ser possessivos).

Marcações: Valores, Relações, Amor , Namoro, Cérebro

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • 6 dicas para se tornar num bom ouvinte

    6 dicas para se tornar num bom ouvinte

    Ser um bom ouvinte torna-nos melhores pessoas, isto porque cultiva a nossa maturidade emocional, a generosidade e a empatia. É possível tornar-mo-nos num bom ouvinte? Claro que sim, com estas pistas! 

  • Os melhores livros para se ler na toalha!

    Os melhores livros para se ler na toalha!

    Pode custar acreditar, mas não há muito tempo atrás as pessoas iam para a praia sem os telemóveis. "Mas o que é que faziam na praia então?" - isto que te vamos sugerir.

  • Espreita as primeiras imagens do novo filme

    Espreita as primeiras imagens do novo filme "Mulan"

    A primeira fotografia da próxima adaptação do filme "Mulan" da Disney está aqui. Lançada nas redes na passada segunda-feira, a produtora apresentou a atriz protagonista. 

  • Ter uma atitude positiva ... Como?

    Ter uma atitude positiva ... Como?

    O ser humano não foi feito para estar isolado, mas culpar as pessoas e a sociedade por quem és ou pelas tuas falhas e fracassos não é a melhor opção. Uma atitude positiva pode mudar a tua perspetiva em relação à vida e às pessoas que te rodeiam. 

  • Não ter impressões digitais - é possível?

    Não ter impressões digitais - é possível?

    És daquelas pessoas que tem problemas quando te pedem as tuas impressões digitais? De facto há pessoas que não tem uma impressão digital clara, mas não inexistentes. No entanto, estudos constatam que há quem fuja à regra.

  • Pixar: os estúdios onde a magia acontece

    Pixar: os estúdios onde a magia acontece

    Atire a primeira pedra quem não goste de ver  um bom filme de animação. Não adianta: é praticamente unânime. Quem não se ri da Dory ou não se emociona com os velhinhos do “Up – Altamente"?

  • Ler livros - 5 benefícios para a tua mente!

    Ler livros - 5 benefícios para a tua mente!

    Quando foi a última vez que leste um livro ou um bom artigo? Os teus hábitos diários de leitura estão centrados nos tweets, atualizações no Facebook ou receitas de panquecas "fit"? Isto é para ti!

  • Filmes que Desafiam: A vida de Pi

    Filmes que Desafiam: A vida de Pi

    Para o serão de hoje convidamos-te a ver um filme que te vai deixar a refletir o resto da semana. 

  • Telescópio Tess captura imagens de um cometa no sistema solar

    Telescópio Tess captura imagens de um cometa no sistema solar

    Queres mais uma prova do quanto a tecnologia dos equipamentos de observação espacial avançou nos últimos anos? 

  • O sol e a pele

    O sol e a pele

    Chegou o calor e com este a vontade de ir à praia. Voltamos a puder passear junto ao mar, jogar futebol ou voleibol o dia todo, dormir uma boa sesta com o som das ondas a baterem na areia, ou simplesmente estar deitados ao Sol a bronzear. Tudo isto nos sabe bem e faz-nos recordar tantos Verões que já passaram. No entanto, nesta altura é frequente também que nos relembrem da importância de nos “protegermos” do Sol e não é raro ouvir os pais, avós ou tios a dizerem: “Não te esqueças de pôr protetor solar”. E tudo isto porquê?

  • 5 paisagens surreais trabalhadas pela natureza

    5 paisagens surreais trabalhadas pela natureza

    Existem alguns lugares espalhados pelo planeta Terra que, de tão incríveis e estranhos, não parecem paisagens naturais. Estes locais dão a impressão de terem saído de alguma obra de ficção.

  • O que acontece no nosso cérebro quando nos apaixonamos?

    O que acontece no nosso cérebro quando nos apaixonamos?

    Já deves ter ouvido a expressão que "o amor é uma droga". Não é à toa, e hoje explicamos-te porquê!