Laranja: de manhã ouro, à tarde prata e à noite mata?

0
0
1
s2smodern

A Laranja é um fruto abundante no nosso país. Por isso mesmo é também muito conhecida a famosa frase “Laranja: de manhã ouro, à tarde prata e à noite mata”. Embora não seja conhecida a razão inicial pela qual esta frase se tornou tão conhecida, fica aqui uma sugestão pessoal da sua explicação.

A Laranja é realmente um fruto que “vale ouro”. Sim, é um fruto muito bom porque tem fibras, que ajudam no funcionamento do aparelho gastrointestinal, açúcar, para dar energia, e vitamina C, que tem efeitos antioxidantes e um papel importante na defesa contra doenças. Aliás, talvez até já tenhas ouvido falar de uma doença chamada Escorbuto. Esta era frequente nos marinheiros do século XVI que passavam muito tempo nos barcos, ficando longos períodos sem comer fruta e, por isso, não ingeriam vitamina C. Assim desenvolviam esta doença que provocava inchaço da língua e das gengivas, dores nas articulações e feridas que não cicatrizavam.

Contudo, este é um fruto relativamente ácido, levando então a um aumento da acidez do nosso estômago quando o ingerimos. Na verdade, como talvez já soubesses, o nosso estômago tem um ácido que ajuda a digerir os alimentos que comemos mas quando este é produzido em grandes quantidades sentimos o que costumamos chamar de azia ou má disposição. Como se tivéssemos algo a arder por dentro. E quando é que isto acontece mais? Quando comemos demasiado ou quando nos deitamos a seguir a comer. E porquê?

Para compreenderes melhor: o nosso aparelho digestivo é como se fosse um tubo que começa na boca e termina no ânus, tendo algumas “curvas”, ou seja, órgãos, com funções específicas pelo meio. Pois bem, começando na boca, os alimentos passam depois pelo esófago e a seguir vão para o estômago. Então e como garantimos que os alimentos não voltam para trás? Há vários mecanismos mas aqueles que importam para percebermos melhor este assunto são a lei da gravidade, que vai empurrar os alimentos para baixo, ou seja, para o estômago, e uma espécie de tampa por cima do estômago que se chama esfíncter esofágico inferior. Este deixa a comida passar do esófago para o estômago mas tenta impedir o trajeto inverso. Contudo, quando comemos demasiado, o estômago alarga, alargando também a sua abertura superior. Nesta situação a tal “tampa” não consegue ocluir todo o espaço e deixa passar parte do ácido para o esófago. Já quando estamos deitados o que acontece é que deixamos de ter a ajuda da lei da gravidade e os alimentos mais facilmente voltam do estômago para o esófago.

Agora percebes que é mais fácil termos azia à noite, porque nessa altura costumamos estar deitados após as refeições. Contudo, isto habitualmente não acontece porque o nosso organismo está bem adaptado a estas situações. Ainda assim, se aumentarmos a quantidade de ácido do estômago – como acontece quando ingerimos laranjas – estamos a aumentar a probabilidade disso acontecer.

Então mas a laranja mata mesmo à noite?

Não, não mata. Provavelmente o que as pessoas que inventaram este ditado queriam dizer é que a laranja à noite não deveria ser ingerida porque embora não mate, dá um grande desconforto pela azia que provoca. (E à tarde, se já estivermos mais tempo sentados ou se se tivermos mesmo deitados, já não vamos precisar de tantos nutrientes da laranja – o seu “ouro” – e já temos o risco de ter alguma azia também, por isso passa a valer só como prata).

Assim sendo, podes comer laranjas à noite (e lembra-te que os benefícios que tem de manhã, continua a tê-los ao longo de todo o dia). No entanto, evita deitares-te logo após o jantar (mesmo que não comas laranjas) porque assim vais diminuir a probabilidade de vir a ter azia.

Marcações: Saúde , Crescimento, Alimentação, Laranja

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • 4 filmes para ver no Dia do Pai

    4 filmes para ver no Dia do Pai

    No Dia do Pai, nada melhor que um "serão cinematográfico" para celebrar todo o amor que recebes do teu pai. Deixamos-te algumas sugestões de filmes para veres neste dia especial.

  • Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Já muito se diz sobre o quão acelerados são os tempos em que vivemos. Além da distração,os mesmos aumentam os níveis de stress e ansiedade. Neste sentido, investigadores do Reino Unido debruçaram-se sobre como a meditação e o mindfulness pode contornar estes sintomas.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Depois de ter anunciado o Evangelho na Galileia, Jesus vai a caminho de Jerusalém. Como preparação para esta nova etapa da sua vida, começa a rezar. Sobe a um monte, o lugar de encontro com Deus. Leva consigo os seus discípulos de mais confiança: Pedro, João e Tiago.

  • As cores da Quaresma

    As cores da Quaresma

    Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

  • Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Provavelmente já ouviste alguma pessoa mais velha da tua família a começar uma frase com a expressão “No meu tempo..." Este padrão nostálgico tem a ver com o facto de que tudo, tudo mesmo, muda a uma velocidade absurda. Queres um exemplo? As pessoas nascidas nos anos 80 ou antes disso têm lembranças nítidas de como era a vida sem internet, sem redes sociais e, inclusive, sem telemóvel.

  • Quaresma - dar a vida em esmola

    Quaresma - dar a vida em esmola

    Depois de termos aprofundado o sentido do jejum hoje falamos sobre a segunda “arma” que a Igreja nos aconselha para vencer o pecado neste tempo da quaresma: a esmola.

  • Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Não é segredo nenhum que a indústria da moda é a que mais contribui para a poluição do nosso planeta. Entre aterros acumulados com roupas deitadas fora, toneladas de água desperdiçada usadas para tingir tecidos todos os dias e microfibras prejudiciais que são colocadas nos oceanos, a necessidade de grandes mudanças nunca foi tão grande.

  • Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Ben Sadok não tinha um caráter fácil. Tinha sobretudo o vício de destruir tudo o que de belo e bom via à sua volta.

  • O que é isso do

    O que é isso do "Momo Challenge"?

    A não ser que andes a viver numa toca, de certeza que tens sido bombardeado com uma imagem de uma boneca assustadora, a entupir o teu feed no instagram, aterrorizando-te no Twitter ou no facebook. Bem-vindo ao Desafio MOMO.

  • Vem aí uma série sobre

    Vem aí uma série sobre "O Senhor dos Anéis"

    Se antes os nossos pais tinham de comprar pacotes de canais televisivos da mesma operadora, hoje temos de pedir para aderir a mais do que um serviço de streaming. A Amazon Prime está a preparar uma das séries mais caras de sempre - Senhor dos Anéis. 

  • 40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    Há pouco tempo acompanhei uma missão juvenil e um dos missionários perguntou-me, mais ou menos com estas palavras: “Não se podia resolver isto da preparação para a Páscoa mais depressa? Sei lá…uma novena (9 dias) ou um tríduo (3 dias)?”. Eu respondi exatamente com estas palavras: “poder, podia…mas não era a mesma coisa!”

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    O deserto é um lugar misterioso, onde tanto a sobrevivência como a morte caminham lado a lado. Um lugar desafiante, onde também Deus conduz os profetas para lhes poder falar ao coração, onde caminha com o povo hebreu, partilhando a sua vida.