Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Laranja: de manhã ouro, à tarde prata e à noite mata?

0
0
0
s2sdefault

A Laranja é um fruto abundante no nosso país. Por isso mesmo é também muito conhecida a famosa frase “Laranja: de manhã ouro, à tarde prata e à noite mata”. Embora não seja conhecida a razão inicial pela qual esta frase se tornou tão conhecida, fica aqui uma sugestão pessoal da sua explicação.

A Laranja é realmente um fruto que “vale ouro”. Sim, é um fruto muito bom porque tem fibras, que ajudam no funcionamento do aparelho gastrointestinal, açúcar, para dar energia, e vitamina C, que tem efeitos antioxidantes e um papel importante na defesa contra doenças. Aliás, talvez até já tenhas ouvido falar de uma doença chamada Escorbuto. Esta era frequente nos marinheiros do século XVI que passavam muito tempo nos barcos, ficando longos períodos sem comer fruta e, por isso, não ingeriam vitamina C. Assim desenvolviam esta doença que provocava inchaço da língua e das gengivas, dores nas articulações e feridas que não cicatrizavam.

Contudo, este é um fruto relativamente ácido, levando então a um aumento da acidez do nosso estômago quando o ingerimos. Na verdade, como talvez já soubesses, o nosso estômago tem um ácido que ajuda a digerir os alimentos que comemos mas quando este é produzido em grandes quantidades sentimos o que costumamos chamar de azia ou má disposição. Como se tivéssemos algo a arder por dentro. E quando é que isto acontece mais? Quando comemos demasiado ou quando nos deitamos a seguir a comer. E porquê?

Para compreenderes melhor: o nosso aparelho digestivo é como se fosse um tubo que começa na boca e termina no ânus, tendo algumas “curvas”, ou seja, órgãos, com funções específicas pelo meio. Pois bem, começando na boca, os alimentos passam depois pelo esófago e a seguir vão para o estômago. Então e como garantimos que os alimentos não voltam para trás? Há vários mecanismos mas aqueles que importam para percebermos melhor este assunto são a lei da gravidade, que vai empurrar os alimentos para baixo, ou seja, para o estômago, e uma espécie de tampa por cima do estômago que se chama esfíncter esofágico inferior. Este deixa a comida passar do esófago para o estômago mas tenta impedir o trajeto inverso. Contudo, quando comemos demasiado, o estômago alarga, alargando também a sua abertura superior. Nesta situação a tal “tampa” não consegue ocluir todo o espaço e deixa passar parte do ácido para o esófago. Já quando estamos deitados o que acontece é que deixamos de ter a ajuda da lei da gravidade e os alimentos mais facilmente voltam do estômago para o esófago.

Agora percebes que é mais fácil termos azia à noite, porque nessa altura costumamos estar deitados após as refeições. Contudo, isto habitualmente não acontece porque o nosso organismo está bem adaptado a estas situações. Ainda assim, se aumentarmos a quantidade de ácido do estômago – como acontece quando ingerimos laranjas – estamos a aumentar a probabilidade disso acontecer.

Então mas a laranja mata mesmo à noite?

Não, não mata. Provavelmente o que as pessoas que inventaram este ditado queriam dizer é que a laranja à noite não deveria ser ingerida porque embora não mate, dá um grande desconforto pela azia que provoca. (E à tarde, se já estivermos mais tempo sentados ou se se tivermos mesmo deitados, já não vamos precisar de tantos nutrientes da laranja – o seu “ouro” – e já temos o risco de ter alguma azia também, por isso passa a valer só como prata).

Assim sendo, podes comer laranjas à noite (e lembra-te que os benefícios que tem de manhã, continua a tê-los ao longo de todo o dia). No entanto, evita deitares-te logo após o jantar (mesmo que não comas laranjas) porque assim vais diminuir a probabilidade de vir a ter azia.

Marcações: Saúde , Crescimento, Alimentação, Laranja

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.