Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Manter amigos no verão - é possível?

0
0
0
s2sdefault

A escola ajuda-nos a criar rotina: no que toca ao estudo, aos tempos livres e os horários de sono/despertar. Mas também intensifica a criação de laços com colegas e amigos, que, com o verão, podem esmorecer. 

A amizade precisa de um esforço da tua parte 

Muitas vezes ficamos presos à rotina de ter os amigos lá quando precisamos, mas será que acontece o contrário? São João Paulo II dizia "A amizade consiste num compromisso total para com o outro, sempre com a vontade de querer o bem da outra pessoa". 

Assim, não deves esperar que o telefone toque, mas pega tu nele e liga aos teus amigos. Vais ver que de certa forma tornar-se-à num hábito e a reciprocidade de sentimentos vai aumentar. 

Se já estás no modo "Verão", aqui vão algumas dicas para manteres a amizade: 

Arranja tempo

Garante que dás espaço aos teus amigos. Ainda que não tenhas autorização para sair à noite todos os sábados, podes na mesma combinar algo todas as semanas com o grupo e falar do que vai acontecendo nas vossas vidas. 

Vê que concertos vão acontecer na tua zona, ou até mesmo torneios desportivos. Vai ver o filme mais recente ou procura o novo café-sensação da tua cidade. Quanto mais inovadoras forem as tuas ideias, mais frutífero será o tempo que passares com eles. 

Não tenhas medo de "libertar"

Há alguns casos em que convidas um amigo e ele não te responde. Podem ter outras prioridades que não a amizade contigo, podem ser de outra cidade ou então não estão para te apoiar em momentos difíceis. Às vezes, manter uma amizade pode ter um impacto negativo na tua vida. A amizade implica um encontro que te empurra mais perto do outro. Se te sentes excluído ou posto de parte, ou então essa relação não te faz bem, não tem mal nenhum deixares ir essa relação. 

Isso não significa que vais abandonar a pessoa, mas pelo menos durante um período de tempo, enquanto sentires que precisas de pessoas mais saudáveis a rodear o teu espaço. 

São Josemaría Escrivá disse que "uma verdadeira amizade significa fazer um esforço profundo em entender as convicções dos nossos amigos". Neste verão, fala com os teus amigos, procura saber como andam, o que tem para contar. E, quem sabe, quando setembro chegar, podes ter novos amigos para partilhar novas aventuras da tua vida. 

Marcações: Escola, Valores, Amizade, Amigos, Relações, Tempos Livres, Esforço

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.