Rússia: porque andam a circular diplomatas?

0
0
1
s2smodern

Há cerca de um mês e meio, soubemos da notícia do envenenamento de Sergei Skripal e da sua filha Yulia, em Salisbury, no Reino Unido. Na sequência dessa notícia seguiram várias sobre a expulsão de diplomatas russos de países membros da União Europeia, da NATO e aliados do Ocidente. Porquê?

Sergei Skripal é um antigo espião russo, que no passado dia 4 de março, foi aparentemente envenenado, na companhia da sua filha, com uma substância considerada uma arma química.

Tendo este ataque ocorrido em solo britânico, o Reino Unido considerou que este incidente foi um ataque levado a cabo pela Rússia, já que a arma utilizada parece que é apenas produzida na Rússia e que houve retaliação pelo facto do ex-expião russo estar, agora, num país ocidental.

A Rússia, porém, negou ter sido autora do envenamento.

 Interpretando este evenenamento, com outras hipóteses de indevida influência russa nos países do ocidente – como anterior caso de envenenamento de outro espião russo há 11 anos, e as recentes a partilha de notícias falsas em redes sociais ou outros esquemas cibernéticos suscetíveis de interferir na eleições do Presidente da República dos EUA, ou do Presidente da República Francesa, ou até do referendo da Catalunha – o RU decidiu gritar “basta!” através da expulsão dos representantes oficiais da Rússia no seu país, lançando o repto aos seu aliados ocidentais.

Vários estados-membros da União Europeia e da NATO, e países like-minded (que partilham os mesmos valores) imitaram o Reino Unido e expulsaram também os diplomatas russos dos seus territórios. São os casos de Austrália, Canadá, EUA, Espanha, França, Suécia, Dinamarca, Países Baixos, Alemanha, Itália, Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Hungria, Croácia, Roménia, Albânia e Ucrânia. Em resposta, a Rússia expulsou cerca de 150 diplomatas do seu país, todos dos países desta “aliança”.

Portugal - apesar de se alinhar em valores, e na posição de condenação destes alegados comportamentos por parte da Rússia - não expulsou diplomatas russos. Ouvido o repto britânico, Portugal optou por chamar o seu Embaixador em Moscovo, o mais alto representante português na Rússia, para melhor entender o que aconteceu, desta feita, do ponto vista russo.

Esta posição tanto é criticável como louvável; é que podemos não concordar que Portugal não tenha estado no lado da defesa dos seus valores fundamentais nem alinhado com os seus aliados ocidentais; mas, na verdade, não está efetivamente provado que é a Rússia que está por detrás de todas estas ações de agressão à nossa cultura democrática...

Marcações: EUA , Política, Reino Unido, Atualidade, Portugal, Rússia

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • 6 dicas para se tornar num bom ouvinte

    6 dicas para se tornar num bom ouvinte

    Ser um bom ouvinte torna-nos melhores pessoas, isto porque cultiva a nossa maturidade emocional, a generosidade e a empatia. É possível tornar-mo-nos num bom ouvinte? Claro que sim, com estas pistas! 

  • Os melhores livros para se ler na toalha!

    Os melhores livros para se ler na toalha!

    Pode custar acreditar, mas não há muito tempo atrás as pessoas iam para a praia sem os telemóveis. "Mas o que é que faziam na praia então?" - isto que te vamos sugerir.

  • Espreita as primeiras imagens do novo filme

    Espreita as primeiras imagens do novo filme "Mulan"

    A primeira fotografia da próxima adaptação do filme "Mulan" da Disney está aqui. Lançada nas redes na passada segunda-feira, a produtora apresentou a atriz protagonista. 

  • Ter uma atitude positiva ... Como?

    Ter uma atitude positiva ... Como?

    O ser humano não foi feito para estar isolado, mas culpar as pessoas e a sociedade por quem és ou pelas tuas falhas e fracassos não é a melhor opção. Uma atitude positiva pode mudar a tua perspetiva em relação à vida e às pessoas que te rodeiam. 

  • Não ter impressões digitais - é possível?

    Não ter impressões digitais - é possível?

    És daquelas pessoas que tem problemas quando te pedem as tuas impressões digitais? De facto há pessoas que não tem uma impressão digital clara, mas não inexistentes. No entanto, estudos constatam que há quem fuja à regra.

  • Pixar: os estúdios onde a magia acontece

    Pixar: os estúdios onde a magia acontece

    Atire a primeira pedra quem não goste de ver  um bom filme de animação. Não adianta: é praticamente unânime. Quem não se ri da Dory ou não se emociona com os velhinhos do “Up – Altamente"?

  • Ler livros - 5 benefícios para a tua mente!

    Ler livros - 5 benefícios para a tua mente!

    Quando foi a última vez que leste um livro ou um bom artigo? Os teus hábitos diários de leitura estão centrados nos tweets, atualizações no Facebook ou receitas de panquecas "fit"? Isto é para ti!

  • Filmes que Desafiam: A vida de Pi

    Filmes que Desafiam: A vida de Pi

    Para o serão de hoje convidamos-te a ver um filme que te vai deixar a refletir o resto da semana. 

  • Telescópio Tess captura imagens de um cometa no sistema solar

    Telescópio Tess captura imagens de um cometa no sistema solar

    Queres mais uma prova do quanto a tecnologia dos equipamentos de observação espacial avançou nos últimos anos? 

  • O sol e a pele

    O sol e a pele

    Chegou o calor e com este a vontade de ir à praia. Voltamos a puder passear junto ao mar, jogar futebol ou voleibol o dia todo, dormir uma boa sesta com o som das ondas a baterem na areia, ou simplesmente estar deitados ao Sol a bronzear. Tudo isto nos sabe bem e faz-nos recordar tantos Verões que já passaram. No entanto, nesta altura é frequente também que nos relembrem da importância de nos “protegermos” do Sol e não é raro ouvir os pais, avós ou tios a dizerem: “Não te esqueças de pôr protetor solar”. E tudo isto porquê?

  • 5 paisagens surreais trabalhadas pela natureza

    5 paisagens surreais trabalhadas pela natureza

    Existem alguns lugares espalhados pelo planeta Terra que, de tão incríveis e estranhos, não parecem paisagens naturais. Estes locais dão a impressão de terem saído de alguma obra de ficção.

  • O que acontece no nosso cérebro quando nos apaixonamos?

    O que acontece no nosso cérebro quando nos apaixonamos?

    Já deves ter ouvido a expressão que "o amor é uma droga". Não é à toa, e hoje explicamos-te porquê!