Rússia: porque andam a circular diplomatas?

0
0
1
s2smodern

Há cerca de um mês e meio, soubemos da notícia do envenenamento de Sergei Skripal e da sua filha Yulia, em Salisbury, no Reino Unido. Na sequência dessa notícia seguiram várias sobre a expulsão de diplomatas russos de países membros da União Europeia, da NATO e aliados do Ocidente. Porquê?

Sergei Skripal é um antigo espião russo, que no passado dia 4 de março, foi aparentemente envenenado, na companhia da sua filha, com uma substância considerada uma arma química.

Tendo este ataque ocorrido em solo britânico, o Reino Unido considerou que este incidente foi um ataque levado a cabo pela Rússia, já que a arma utilizada parece que é apenas produzida na Rússia e que houve retaliação pelo facto do ex-expião russo estar, agora, num país ocidental.

A Rússia, porém, negou ter sido autora do envenamento.

 Interpretando este evenenamento, com outras hipóteses de indevida influência russa nos países do ocidente – como anterior caso de envenenamento de outro espião russo há 11 anos, e as recentes a partilha de notícias falsas em redes sociais ou outros esquemas cibernéticos suscetíveis de interferir na eleições do Presidente da República dos EUA, ou do Presidente da República Francesa, ou até do referendo da Catalunha – o RU decidiu gritar “basta!” através da expulsão dos representantes oficiais da Rússia no seu país, lançando o repto aos seu aliados ocidentais.

Vários estados-membros da União Europeia e da NATO, e países like-minded (que partilham os mesmos valores) imitaram o Reino Unido e expulsaram também os diplomatas russos dos seus territórios. São os casos de Austrália, Canadá, EUA, Espanha, França, Suécia, Dinamarca, Países Baixos, Alemanha, Itália, Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Hungria, Croácia, Roménia, Albânia e Ucrânia. Em resposta, a Rússia expulsou cerca de 150 diplomatas do seu país, todos dos países desta “aliança”.

Portugal - apesar de se alinhar em valores, e na posição de condenação destes alegados comportamentos por parte da Rússia - não expulsou diplomatas russos. Ouvido o repto britânico, Portugal optou por chamar o seu Embaixador em Moscovo, o mais alto representante português na Rússia, para melhor entender o que aconteceu, desta feita, do ponto vista russo.

Esta posição tanto é criticável como louvável; é que podemos não concordar que Portugal não tenha estado no lado da defesa dos seus valores fundamentais nem alinhado com os seus aliados ocidentais; mas, na verdade, não está efetivamente provado que é a Rússia que está por detrás de todas estas ações de agressão à nossa cultura democrática...

Marcações: EUA , Política, Reino Unido, Atualidade, Portugal, Rússia

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • 4 filmes para ver no Dia do Pai

    4 filmes para ver no Dia do Pai

    No Dia do Pai, nada melhor que um "serão cinematográfico" para celebrar todo o amor que recebes do teu pai. Deixamos-te algumas sugestões de filmes para veres neste dia especial.

  • Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Já muito se diz sobre o quão acelerados são os tempos em que vivemos. Além da distração,os mesmos aumentam os níveis de stress e ansiedade. Neste sentido, investigadores do Reino Unido debruçaram-se sobre como a meditação e o mindfulness pode contornar estes sintomas.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Depois de ter anunciado o Evangelho na Galileia, Jesus vai a caminho de Jerusalém. Como preparação para esta nova etapa da sua vida, começa a rezar. Sobe a um monte, o lugar de encontro com Deus. Leva consigo os seus discípulos de mais confiança: Pedro, João e Tiago.

  • As cores da Quaresma

    As cores da Quaresma

    Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

  • Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Provavelmente já ouviste alguma pessoa mais velha da tua família a começar uma frase com a expressão “No meu tempo..." Este padrão nostálgico tem a ver com o facto de que tudo, tudo mesmo, muda a uma velocidade absurda. Queres um exemplo? As pessoas nascidas nos anos 80 ou antes disso têm lembranças nítidas de como era a vida sem internet, sem redes sociais e, inclusive, sem telemóvel.

  • Quaresma - dar a vida em esmola

    Quaresma - dar a vida em esmola

    Depois de termos aprofundado o sentido do jejum hoje falamos sobre a segunda “arma” que a Igreja nos aconselha para vencer o pecado neste tempo da quaresma: a esmola.

  • Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Não é segredo nenhum que a indústria da moda é a que mais contribui para a poluição do nosso planeta. Entre aterros acumulados com roupas deitadas fora, toneladas de água desperdiçada usadas para tingir tecidos todos os dias e microfibras prejudiciais que são colocadas nos oceanos, a necessidade de grandes mudanças nunca foi tão grande.

  • Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Ben Sadok não tinha um caráter fácil. Tinha sobretudo o vício de destruir tudo o que de belo e bom via à sua volta.

  • O que é isso do

    O que é isso do "Momo Challenge"?

    A não ser que andes a viver numa toca, de certeza que tens sido bombardeado com uma imagem de uma boneca assustadora, a entupir o teu feed no instagram, aterrorizando-te no Twitter ou no facebook. Bem-vindo ao Desafio MOMO.

  • Vem aí uma série sobre

    Vem aí uma série sobre "O Senhor dos Anéis"

    Se antes os nossos pais tinham de comprar pacotes de canais televisivos da mesma operadora, hoje temos de pedir para aderir a mais do que um serviço de streaming. A Amazon Prime está a preparar uma das séries mais caras de sempre - Senhor dos Anéis. 

  • 40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    Há pouco tempo acompanhei uma missão juvenil e um dos missionários perguntou-me, mais ou menos com estas palavras: “Não se podia resolver isto da preparação para a Páscoa mais depressa? Sei lá…uma novena (9 dias) ou um tríduo (3 dias)?”. Eu respondi exatamente com estas palavras: “poder, podia…mas não era a mesma coisa!”

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    O deserto é um lugar misterioso, onde tanto a sobrevivência como a morte caminham lado a lado. Um lugar desafiante, onde também Deus conduz os profetas para lhes poder falar ao coração, onde caminha com o povo hebreu, partilhando a sua vida.