O Veneno – Lenda Chinesa

0
0
0
s2sdefault

Há muitos séculos, após o casamento Lili foi viver com o marido e a sogra e rapidamente os desentendimentos com a sogra começaram.

Ambas tinham personalidades fortes e eram muito diferentes, e Lili irritava-se frequentemente com os hábitos da sogra e criticava-a asperamente.

Com o passar do tempo as discussões era cada vez piores e mais agressivas. Havia ainda a agravante que, na antiga tradição chinesa, a nora tinha que se curvar e obedecer em tudo à sogra.

Lili, por não suportar mais conviver com a sogra, começou a pensar o que poderia fazer, decidiu tomar uma atitude e foi visitar um amigo do seu pai, que tinha fama de ser sábio. Este, depois de a ouvir, pegou um pacote de ervas e disse-lhe:

- Estas ervas vão envenenar lentamente a tua sogra. Não poderás usá-las de uma só vez para não levantar suspeitas. Faz assim: a cada dois dias, coloca um pouco das ervas na sua comida. Mas agora vem a parte importante, para ninguém suspeitar de ti quando ela morrer, tens de ter muito cuidado e agir de forma muito amigável, sem discussões. O teu problema será resolvido se seguires todas as instruções!

- Sim, Senhor Huang, eu farei tudo o que o me pediu - respondeu Lili, esperançosa.

Lili cheia de alegria, por encontrar uma solução para o seu problema, agradeceu ao Senhor Huang e voltou apressadamente para casa, para dar início ao plano combinado. As semanas foram passando e, a cada dois dias, Lili colocava uma pitada das ervas na comida da sogra. E fazia como recomendado para evitar suspeitas, ou seja, controlou o seu temperamento, obedecendo à sogra e tratando-a como se fosse a sua própria mãe.

Seis meses depois, a casa inteira estava com um ambiente completamente diferente: Lili tinha controlado o seu temperamento e quase nunca se aborrecia. Durante esse tempo, não teve discussões com a sogra, que agora parecia mais amável e mais fácil de lidar. As atitudes da sogra também mudaram, e elas passaram a tratar-se melhor, quase como mãe e filha.

Lili foi novamente procurar o Senhor Huang para lhe pedir ajuda:

- Querido Senhor Huang, por favor, ajude-me a evitar que o veneno mate a minha sogra. Ela transformou-se numa mulher agradável, e eu amo-a como se fosse a minha mãe! Não quero que ela morra por minha causa. Por favor, senhor Huang, ajude-me!

O senhor Huang apenas sorriu e acenou com a cabeça.

- Lili, não precisas de te preocupar: as ervas que te dei eram vitaminas para melhorar a saúde da tua sogra. O veneno estava na tua mente e na tua atitude, mas foi substituído pelo amor que lhe começaste a dar.

Muitas vezes na nossa vida queremos soluções fáceis e definitivas para os nossos problemas, mesmo que sejam radicais ou que coloquem em causa a nossa integridade ou mesmo a dignidade dos outros. Queremos que o que nos incomode mude rapidamente.

Por mais difícil que seja de perceber no momento, as coisas, pessoas ou situações que nos abalam e nos tiram o chão são os nossos maiores mestres para crescermos. Quando conseguirmos aceitar as situações e as pessoas, quando tentámos compreender as suas escolhas e circunstâncias começamos a vê-las com os olhos do coração. E é quando a nossa atitude, com a força do amor, muda que o mundo muda.

Antes de exigir ao outro que mude, tenho de avaliar em que posso eu mudar!

Marcações: Valores, Família, Crescer, China, Histórias

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.