Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Histórias para Crescer: As moedas no sapato

0
0
0
s2sdefault

Numa visita de estudo pelo campo, um estudante universitário e o seu professor encontraram no caminho um par de sapatos velhos que deveriam pertencer a um homem pobre que trabalhava num campo ali perto.

 

O aluno teve a seguinte ideia: Vamos fazer uma partida, sem maldade, ao homem! Vamos esconder os seus sapatos, e esperámos atrás dos arbustos para ver a sua perplexidade quando não os encontrar.

O professor simplesmente replicou: Nunca nos devemos divertir à custa dos pobres. Tu és rico e podes dar uma alegria muito maior a este pobre homem. Coloca uma moeda em cada sapato, e depois escondidos nos arbustos veremos como isso o vai afetar.

O aluno aceitou a sugestão e ficaram ambos atrás dos arbustos. O pobre homem quando terminou o seu trabalho foi para o local onde tinha deixado os sapatos.

Ao enfiar o pé num dos sapatos, sentiu algo estranho, baixou-se para ver o que era, e encontrou uma moeda. O seu rosto transparecia espanto e admiração. Ele olhava para a moeda, virou-a várias vezes. Olhou para todos os lados, mas não viu ninguém. Colocou então o dinheiro no bolso, e começou a calçar o outro sapato. A sua surpresa foi ainda maior ao encontrar a segunda moeda. Não conseguiu conter a emoção: caiu de joelhos, olhou para o céu e pronunciou em voz alta um fervoroso agradecimento, referindo que a sua esposa estava doente e os seus filhos sem alimento e a quem esta graça oportuna iria ajudar.

O estudante ficou profundamente afetado, e os seus olhos encheram-se de lágrimas. Dirigiu-se então ao professor: “Hoje ensinou-me uma lição que jamais esquecerei. Sinto agora a verdade destas palavras, que eu nunca compreendi antes: “É mais abençoado dar do que receber”.

A nossa ingenuidade e incapacidade de nos colocarmos no lugar do outro, pode-nos levar a fazer e dizer coisas que para nós são inofensivas e até engraçadas, mas que podem ofender e magoar profundamente os outros. Devemos estar atentos para perceber se a “brincadeira” é apenas isso ou se pode ser compreendida de outro modo pelo outro, até porque aquele pode ser um dia em que tudo parece descarrilar e aquela brincadeira pode atingir proporções que desmoralizam e afetam de modos inimagináveis aquela pessoa.

Todas as nossas ações devem ser pautadas pelo princípio da dignidade humana e o respeito pelo próximo nas diversas circunstâncias.

Por outro lado, quantos dos nossos gestos insignificantes (para nós) feitos com bondade e alegria no coração mudam o dia para bem melhor dos outros. Repara que às vezes um sorriso ou uma palavra de incentivo é o suficiente.

Sempre que quebrares as barreiras da indiferença estás a aumentar a confiança na Humanidade e a construir um mundo melhor, mesmo que o gesto pareça insignificante.

Marcações: Contos, JOvens, Valores, História, Mundo, Sapatos

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.