Histórias para Crescer: As moedas no sapato

0
0
1
s2smodern

Numa visita de estudo pelo campo, um estudante universitário e o seu professor encontraram no caminho um par de sapatos velhos que deveriam pertencer a um homem pobre que trabalhava num campo ali perto.

 

O aluno teve a seguinte ideia: Vamos fazer uma partida, sem maldade, ao homem! Vamos esconder os seus sapatos, e esperámos atrás dos arbustos para ver a sua perplexidade quando não os encontrar.

O professor simplesmente replicou: Nunca nos devemos divertir à custa dos pobres. Tu és rico e podes dar uma alegria muito maior a este pobre homem. Coloca uma moeda em cada sapato, e depois escondidos nos arbustos veremos como isso o vai afetar.

O aluno aceitou a sugestão e ficaram ambos atrás dos arbustos. O pobre homem quando terminou o seu trabalho foi para o local onde tinha deixado os sapatos.

Ao enfiar o pé num dos sapatos, sentiu algo estranho, baixou-se para ver o que era, e encontrou uma moeda. O seu rosto transparecia espanto e admiração. Ele olhava para a moeda, virou-a várias vezes. Olhou para todos os lados, mas não viu ninguém. Colocou então o dinheiro no bolso, e começou a calçar o outro sapato. A sua surpresa foi ainda maior ao encontrar a segunda moeda. Não conseguiu conter a emoção: caiu de joelhos, olhou para o céu e pronunciou em voz alta um fervoroso agradecimento, referindo que a sua esposa estava doente e os seus filhos sem alimento e a quem esta graça oportuna iria ajudar.

O estudante ficou profundamente afetado, e os seus olhos encheram-se de lágrimas. Dirigiu-se então ao professor: “Hoje ensinou-me uma lição que jamais esquecerei. Sinto agora a verdade destas palavras, que eu nunca compreendi antes: “É mais abençoado dar do que receber”.

A nossa ingenuidade e incapacidade de nos colocarmos no lugar do outro, pode-nos levar a fazer e dizer coisas que para nós são inofensivas e até engraçadas, mas que podem ofender e magoar profundamente os outros. Devemos estar atentos para perceber se a “brincadeira” é apenas isso ou se pode ser compreendida de outro modo pelo outro, até porque aquele pode ser um dia em que tudo parece descarrilar e aquela brincadeira pode atingir proporções que desmoralizam e afetam de modos inimagináveis aquela pessoa.

Todas as nossas ações devem ser pautadas pelo princípio da dignidade humana e o respeito pelo próximo nas diversas circunstâncias.

Por outro lado, quantos dos nossos gestos insignificantes (para nós) feitos com bondade e alegria no coração mudam o dia para bem melhor dos outros. Repara que às vezes um sorriso ou uma palavra de incentivo é o suficiente.

Sempre que quebrares as barreiras da indiferença estás a aumentar a confiança na Humanidade e a construir um mundo melhor, mesmo que o gesto pareça insignificante.

Marcações: Contos, JOvens, Valores, História, Mundo, Sapatos

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Partilha

    Escuta, Arrisca e ... Partilha

    João Batista é a figura central deste tempo do Advento. Prepara. Encaminha. Endireita. Conduz. Aqueles que o ouvem encontram nele uma pergunta: que devemos fazer?

  • Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Iniciamos hoje uma proposta de meditação um bocado diferente da habitual. Estás preparado?

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Presépio de Lata" de Rui Veloso

    Nesta quadra festiva, propomos-te uma viagem por músicas que nos propõe refeltir sobre como vivemos o Natal. Esta semana convidamos-te a ouvir Rui Veloso. 

  • 5 coisas a fazer no Advento

    5 coisas a fazer no Advento

    Estamos todos naquela fase do ano em que pensamos "como é que passou tão depressa?". Com o tempo a passar, o ano de 2019 está mesmo ali no virar da esquina. Podes estar a perguntar-te como aproveitar ao máximo a vida antes do ano acabar? Aqui vão umas ideias:

  • Vem aí um novo filme do SONIC - e o

    Vem aí um novo filme do SONIC - e o "teaser" divide opiniões

    O live-action do Sonic, que terá Ben Schwartz como Sonic e Jim Carrey como o vilão Robotnik, tem o primeiro teaser oficial.  E, bem, o vídeo não está a agradar os fãs.

  • 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    Segundo a Amnistia Internacional, os direitos humanos continuam a não ser cumpridos na totatlidade. Os ativistas dos direitos humanos e movimentos de justiça social enfrentam uma batalha difícil.

  • Vida para além da Terra - é possível?

    Vida para além da Terra - é possível?

    A possibilidade de encontrar vida fora da Terra sempre instigou a imaginação humana. A primeira missão espacial que procurou sinais extraterrestes aconteceu em 1979. O programa Viking, conduzido pela NASA, chegou a enviar sondas para Marte, à procura de indícios. A missão, na época, acabou por não ter resultados. 

  • Escuta, Arrisca e... Muda!

    Escuta, Arrisca e... Muda!

    “Uma voz clama no deserto”… Esta expressão do Evangelho é parecida ao mundo de hoje, quando vemos grandes figuras nos filmes, concertos, jogos de futebol … Achamos sempre que, dessas pessoas que admiramos, sai um raio de luz inesperado, algo que nos poderá deixar uma marca para a vida.

  • 25 possibilidades de fazer voluntariado

    25 possibilidades de fazer voluntariado

    Gostavas de te dedicar ao voluntariado mas não sabes onde te dirigir? Começa por definir as tuas áreas de interesse.

  • Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Hoje comemora-se o Dia Internacional do Voluntário. Muito mais do que dar quando nos apetece ou porque fica bem no futuro CV, ser voluntário é assumir um compromisso, uma responsabilidade - a de ir ter com o outro sempre que ele precise.

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Christmas Unicorn" de Sufjan Stevens

    Quando pensamos em músicas de Natal pensamos logo na Mariah Carey, no Michael Bublé, nos Wham!, no Coro de Santo Amaro de Oeiras ... a variedade não acaba. Hoje propomos-te um "registo" natalício diferente.

  • Não consigo dormir!

    Não consigo dormir!

    Passas o dia inteiro com sono, mas depois chega a hora de dormir e aguentavas uma direta? Isto é para ti!