Histórias para Crescer: Apenas de passagem

0
0
1
s2smodern

O jovem viajante ao passar viu um mosteiro e resolveu pedir abrigo. Foi então recebido por um velho monge que lhe ofereceu abrigo e alimentação. Ao entrar nos seus aposentos reparou na simplicidade e, sobretudo, na total ausência de mobílias - só se viam livros e velas.

Curioso, o viajante questionou:

- Meu velho, desculpe-me a pergunta, mas onde estão as suas coisas, a sua mobília?

- E onde estão as tuas? – devolveu rapidamente o experiente monge.

O jovem olhou surpreso para o velho e respondeu:

- As minhas?! Mas eu estou aqui só de passagem!

- E eu também, meu jovem! – respondeu o velho monge de modo sereno.

Neste tempo da Quaresma, este conto ajuda-nos a pensar no que é verdadeiramente importante! Imagina que irias viajar algum tempo de mochila às costas, quais seriam as coisas absolutamente necessárias que levarias? O que evitarias levar para não dificultar a caminhada?

Considera agora quais são as coisas que no teu dia-a-dia carregas! Há alguma que se transformou em peso e nem te apercebeste? O que desejarias deixar para trás? Como o podes fazer?

Quais são os tesouros que trazes contigo? Pesam ou são leves de transportar?

Talvez na nossa sociedade de consumo não possuir bens por opção (tal como noutros tempos) não seja bem compreendido. Mas a verdade é que nos estamos a tornar escravos das coisas que temos de ter, sempre o mais recente e melhor! Precisamos mesmo de tanta coisa para ser verdadeiramente felizes?

Há algumas regras simples para nos irmos desapegando das coisas que temos. Uma é, por exemplo, se compramos umas calças damos umas calças antigas a alguém (sempre no sentido de manter o número de peças). Outro exemplo é se não usamos algo durante um ou dois anos é sinal que não precisamos desse objeto e que o poderemos dar. Ficam estas dicas para ir deixando as coisas que não interessam para trás!

Marcações: Valores, História, Viagens , Liberdade, Solidariedade, Quaresma

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Premios Sophia: O melhor da cultura portuguesa que deves conhecer!

    Premios Sophia: O melhor da cultura portuguesa que deves conhecer!

    A longa-metragem de Sérgio Tréfaut, que adapta o romance 'Seara de Vento', de Manuel da Fonseca,ganhou onten seis prémios Sophia, entre os quais o de melhor atriz principal, Isabel Ruth, melhor ator principal, Hugo Bentes, melhor ator secundário, Adriano Luz, e melhor fotografia, Acácio de Almeida.

  • "Once Upon a Time in Hollywood": o filme que junta Leonardo Di Caprio e Brad Pitt

    Se 2019 já se revelava um bom ano para o cinema, há mais um que temos de colocar na lista! Once Upon a Time in Hollywood , com dois dos mais conhecidos atores de Hollywood e realizado por Quentin Tarantino.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma | Domingo III da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma | Domingo III da Quaresma

    Jesus conta agora uma parábola. A figueira é uma das plantas mais comuns e generosas da Palestina. Geralmente é plantada no meio das vinhas e produz fruto sem cessar. O dono da vinha procura fruto, mas nada encontra.

  • Moçambique: Como posso ajudar?

    Moçambique: Como posso ajudar?

    A passagem do ciclone Idai pelo centro de Moçambique, e as cheias que se seguiram, deixaram um rasto de destruição que provocou mais de 200 mortos. De organizações a clubes de futebol, há muitas formas de poder ajudar. Fica a conhecer algumas.

  • Quaresma - Só mais um esforço!

    Quaresma - Só mais um esforço!

    Para viver melhor a Quaresma como tempo de conversão, mais orientado para Deus e assim experimentar uma relação mais próxima com Ele, depois do Jejum e da esmola, a Igreja diz-nos que neste tempo devemos cultivar outra atitude fundamental dos cristãos: a oração!

  • 4 filmes para ver no Dia do Pai

    4 filmes para ver no Dia do Pai

    No Dia do Pai, nada melhor que um "serão cinematográfico" para celebrar todo o amor que recebes do teu pai. Deixamos-te algumas sugestões de filmes para veres neste dia especial.

  • Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Já muito se diz sobre o quão acelerados são os tempos em que vivemos. Além da distração,os mesmos aumentam os níveis de stress e ansiedade. Neste sentido, investigadores do Reino Unido debruçaram-se sobre como a meditação e o mindfulness pode contornar estes sintomas.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Depois de ter anunciado o Evangelho na Galileia, Jesus vai a caminho de Jerusalém. Como preparação para esta nova etapa da sua vida, começa a rezar. Sobe a um monte, o lugar de encontro com Deus. Leva consigo os seus discípulos de mais confiança: Pedro, João e Tiago.

  • As cores da Quaresma

    As cores da Quaresma

    Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

  • Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Provavelmente já ouviste alguma pessoa mais velha da tua família a começar uma frase com a expressão “No meu tempo..." Este padrão nostálgico tem a ver com o facto de que tudo, tudo mesmo, muda a uma velocidade absurda. Queres um exemplo? As pessoas nascidas nos anos 80 ou antes disso têm lembranças nítidas de como era a vida sem internet, sem redes sociais e, inclusive, sem telemóvel.

  • Quaresma - dar a vida em esmola

    Quaresma - dar a vida em esmola

    Depois de termos aprofundado o sentido do jejum hoje falamos sobre a segunda “arma” que a Igreja nos aconselha para vencer o pecado neste tempo da quaresma: a esmola.

  • Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Não é segredo nenhum que a indústria da moda é a que mais contribui para a poluição do nosso planeta. Entre aterros acumulados com roupas deitadas fora, toneladas de água desperdiçada usadas para tingir tecidos todos os dias e microfibras prejudiciais que são colocadas nos oceanos, a necessidade de grandes mudanças nunca foi tão grande.