Histórias para Crescer: O Rei e as suas quatro esposas

0
0
1
s2smodern

Era uma vez um rei que tinha 4 esposas. Ele amava muito a quarta esposa, dava-lhe magníficos presentes, jóias e roupas caras. Ele dava-lhe tudo do bom e do melhor.

 Ele também amava muito a sua terceira esposa, e gostava de exibi-la aos reinos vizinhos. Contudo, ele tinha medo que, um dia, ela o deixasse por outro rei. Esse rei também amava a sua segunda esposa. Ela era a sua confidente e estava sempre disponível para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha um problema, ele confiava nela para atravessar essa dificuldade.

A primeira esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para mantê-lo rico e poderoso, quer ao rei quer ao seu reino. Mas o rei não amava a primeira esposa, e apesar dela o amar profundamente, ele não lhe prestava a devida atenção.

Um dia, o rei adoeceu e percebeu que o seu fim estava próximo. Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou:

—Tenho 4 esposas comigo, mas até morrer, com quantas poderei contar?
Então, o rei perguntou à quarta esposa:
— Minha querida, amei-te tanto, cobri-te das roupas mais finas e das joias mais bonitas. Mostrei-te o quanto te amo cuidando muito bem de ti. Agora que eu estou a morrer, acompanhas-me na minha morte, para não morrer sozinho?
— Nem pensar! – respondeu a quarta esposa, e saiu do quarto sem sequer olhar para trás.
Esta resposta cortou o coração do rei, como uma faca afiada. Entristecido, o rei perguntou à terceira esposa:
— Eu também te amei toda a minha vida. Agora que eu estou a morrer, acompanhas-me neste momento, para não morrer sozinho?
— Não!!! – respondeu a terceira esposa. A vida é demasiado boa! Quando morreres, eu volto a casar.
Novamente, o coração do rei sangrou e gelou. Ele perguntou então à segunda esposa:
— Eu sempre recorri a ti quando precisei de ajuda, e sempre estiveste ao meu lado. Quando eu morrer, acompanhas-me na minha morte?
— Sinto muito, mas desta vez eu não posso fazer o que me pedes - respondeu a segunda esposa. O máximo que eu posso fazer é enterrar-te!
Essa resposta foi como um trovão na cabeça do rei, e ficou ainda mais arrasado.
Ouviu, então, uma voz:
— Eu acompanho-te e sigo-te para onde fores… O rei levantou os olhos e lá estava a sua primeira esposa, magrinha, mal nutrida, sofrida…
Com o coração partido, o rei disse:
— Eu devia ter cuidado muito melhor de ti, enquanto eu podia…

Na verdade, todos nós temos quatro esposas na nossa vida… 

A quarta esposa é o nosso corpo: apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito, quando morrermos ele nos deixará. A terceira esposa representa os nossos bens, propriedades e riquezas: quando morremos, tudo isso passa para outros. 

A segunda esposa são a família e os amigos: apesar de nos amarem muito e sempre nos apoiarem, o máximo que eles podem fazer é enterrar-nos. A nossa primeira esposa é a nossa Alma: muitas vezes é deixada de lado para perseguirmos durante a vida a Riqueza, o Poder e os Prazeres do nosso Ego. 

Apesar de tudo, a nossa Alma é a única coisa que sempre estará connosco, não importa qual o nosso destino… A única pessoa que temos de aturar o resto da vida, 7 dias por semana 24 horas por dia, somos nós! Por isso, cultiva, fortalece, bendiz e enobrece a tua alma, todos os dias!

 

Marcações: JOvens, Valores, Família, Crescer, Amigos, Relações, Deus, Amor , Adolescentes, Histórias , Pais, Alma

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Corrida Salesianos: vamos correr para ajudar?

    Corrida Salesianos: vamos correr para ajudar?

    É já no próximo dia 4 de março que a Fundação Salesianos nos desaia a participar na Corrida Salesianos. Correr por uma boa causa é o desafio que a Fundação Salesianos nos lança.

  • "Everything Sucks" : a nova série Netflix que deves ver

    Apostar no saudosismo é uma tática da Netflix. Agora, o serviço de streaming volta a olhar para trás em Everything Sucks!, no entanto, a década escolhida foi a de 1990.

  • A

    A "Quaresma" de Jesus

    O Evangelho deste domingo, o primeiro deste tempo novo que, em Igreja, começamos na passada quarta-feira de Cinzas, mostra-nos que também Jesus tem a sua “quaresma”. Mais uma vez, Jesus não nos diz como devemos fazer mas mostra-nos, com a sua vida, que caminhos devemos percorrer.

  • Jovens que Mudaram o Mundo: Brittany Wenger

    Jovens que Mudaram o Mundo: Brittany Wenger

    A jovem que te damos a conhecer tem 23 anos e é considerada pela revista Times como uma das pessoas com menos de 30 anos que está a fazer história. Brittany Wenger criou uma aplicação capaz de detetar cancro da mama e leucemia.  

  • 12 maneiras seguras de ficar acordado

    12 maneiras seguras de ficar acordado

    Tens de entregar o trabalho escrito amanhã às 9h00. Ou tens de estudar para aquele exame e os apontamentos são tããããão chatos... Já descobriste que é melhor fazer as coisas com tempo. Mas mesmo assim, há alternativas a encharcares-te em cafeína.

  • Brexit – onde estamos nós?

    Brexit – onde estamos nós?

    O Brexit é a saída do Reino Unido (RU) da União Europeia (UE). Ao contrário da situação entre a Catalunha e Espanha, o Brexit só depende das negociações das partes (RU e UE), porque o Tratado da União Europeia - equivalente à Constituição europeia - admite a saída negociada de estados-membros.

  • Filmes para ver no Dia de S. Valentim

    Filmes para ver no Dia de S. Valentim

    Uns mais lamechas, outros mais controversos. Porque nem todos os casais gostam de ver filmes lamechas no dia de São Valentim.

  • O convite da Quaresma

    O convite da Quaresma

    Hoje começa a Quaresma. Começa um caminho em que se renova a proposta de uma vida mais autêntica. Começa um caminho de oração, de jejum e de esmola!

  • Muitos rostos apenas um

    Muitos rostos apenas um "eu"

    Chegam as festas e são sobretudo as crianças a desfilar na rua com a sua máscara preferida a esconder o seu rosto verdadeiro. Nesse dia tudo vale. As crianças dão aos outros uma imagem daquilo que talvez gostariam de ser.Há meninas vestidas de fada e meninos com o fato do Superman. 

  • Carnaval

    Carnaval

    Hoje é dia de Carnaval. Mas qual é a sua origem?

  • Os Museus de Ciência mais fixes que deves visitar

    Os Museus de Ciência mais fixes que deves visitar

    No dia de Darwin celebramos a Ciência e todo o seu percurso em contribuir para um melhor conhecimento do que temos à nossa volta. E para conheceres esse percurso da ciência, recomendamos-te alguns sítios que deves visitar para conhecer algusn dos mais importantes marcos históricos da inovação tecnológica.

  • Dia de Darwin: Celebrar a Ciência e as suas descobertas

    Dia de Darwin: Celebrar a Ciência e as suas descobertas

    Hoje celebra-se o dia de Darwin como uma forma de celebrar a Ciência e as suas descobertas. A 12 de fevereiro de 1809, nascia o naturalista britânico que chocaria o mundo com a teoria que, dois séculos mais tarde, se tornaria a mais aceite entre os cientistas para explicar alguns fenómenos ligados à evolução dos seres vivos.