Histórias para Crescer: O Rei e as suas quatro esposas

0
0
1
s2smodern

Era uma vez um rei que tinha 4 esposas. Ele amava muito a quarta esposa, dava-lhe magníficos presentes, jóias e roupas caras. Ele dava-lhe tudo do bom e do melhor.

 Ele também amava muito a sua terceira esposa, e gostava de exibi-la aos reinos vizinhos. Contudo, ele tinha medo que, um dia, ela o deixasse por outro rei. Esse rei também amava a sua segunda esposa. Ela era a sua confidente e estava sempre disponível para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha um problema, ele confiava nela para atravessar essa dificuldade.

A primeira esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para mantê-lo rico e poderoso, quer ao rei quer ao seu reino. Mas o rei não amava a primeira esposa, e apesar dela o amar profundamente, ele não lhe prestava a devida atenção.

Um dia, o rei adoeceu e percebeu que o seu fim estava próximo. Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou:

—Tenho 4 esposas comigo, mas até morrer, com quantas poderei contar?
Então, o rei perguntou à quarta esposa:
— Minha querida, amei-te tanto, cobri-te das roupas mais finas e das joias mais bonitas. Mostrei-te o quanto te amo cuidando muito bem de ti. Agora que eu estou a morrer, acompanhas-me na minha morte, para não morrer sozinho?
— Nem pensar! – respondeu a quarta esposa, e saiu do quarto sem sequer olhar para trás.
Esta resposta cortou o coração do rei, como uma faca afiada. Entristecido, o rei perguntou à terceira esposa:
— Eu também te amei toda a minha vida. Agora que eu estou a morrer, acompanhas-me neste momento, para não morrer sozinho?
— Não!!! – respondeu a terceira esposa. A vida é demasiado boa! Quando morreres, eu volto a casar.
Novamente, o coração do rei sangrou e gelou. Ele perguntou então à segunda esposa:
— Eu sempre recorri a ti quando precisei de ajuda, e sempre estiveste ao meu lado. Quando eu morrer, acompanhas-me na minha morte?
— Sinto muito, mas desta vez eu não posso fazer o que me pedes - respondeu a segunda esposa. O máximo que eu posso fazer é enterrar-te!
Essa resposta foi como um trovão na cabeça do rei, e ficou ainda mais arrasado.
Ouviu, então, uma voz:
— Eu acompanho-te e sigo-te para onde fores… O rei levantou os olhos e lá estava a sua primeira esposa, magrinha, mal nutrida, sofrida…
Com o coração partido, o rei disse:
— Eu devia ter cuidado muito melhor de ti, enquanto eu podia…

Na verdade, todos nós temos quatro esposas na nossa vida… 

A quarta esposa é o nosso corpo: apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito, quando morrermos ele nos deixará. A terceira esposa representa os nossos bens, propriedades e riquezas: quando morremos, tudo isso passa para outros. 

A segunda esposa são a família e os amigos: apesar de nos amarem muito e sempre nos apoiarem, o máximo que eles podem fazer é enterrar-nos. A nossa primeira esposa é a nossa Alma: muitas vezes é deixada de lado para perseguirmos durante a vida a Riqueza, o Poder e os Prazeres do nosso Ego. 

Apesar de tudo, a nossa Alma é a única coisa que sempre estará connosco, não importa qual o nosso destino… A única pessoa que temos de aturar o resto da vida, 7 dias por semana 24 horas por dia, somos nós! Por isso, cultiva, fortalece, bendiz e enobrece a tua alma, todos os dias!

 

Marcações: JOvens, Valores, Família, Crescer, Amigos, Relações, Deus, Amor , Adolescentes, Histórias , Pais, Alma

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Partilha

    Escuta, Arrisca e ... Partilha

    João Batista é a figura central deste tempo do Advento. Prepara. Encaminha. Endireita. Conduz. Aqueles que o ouvem encontram nele uma pergunta: que devemos fazer?

  • Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Novena de Natal | 17 de Dezembro

    Iniciamos hoje uma proposta de meditação um bocado diferente da habitual. Estás preparado?

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Presépio de Lata" de Rui Veloso

    Nesta quadra festiva, propomos-te uma viagem por músicas que nos propõe refeltir sobre como vivemos o Natal. Esta semana convidamos-te a ouvir Rui Veloso. 

  • 5 coisas a fazer no Advento

    5 coisas a fazer no Advento

    Estamos todos naquela fase do ano em que pensamos "como é que passou tão depressa?". Com o tempo a passar, o ano de 2019 está mesmo ali no virar da esquina. Podes estar a perguntar-te como aproveitar ao máximo a vida antes do ano acabar? Aqui vão umas ideias:

  • Vem aí um novo filme do SONIC - e o

    Vem aí um novo filme do SONIC - e o "teaser" divide opiniões

    O live-action do Sonic, que terá Ben Schwartz como Sonic e Jim Carrey como o vilão Robotnik, tem o primeiro teaser oficial.  E, bem, o vídeo não está a agradar os fãs.

  • 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos: Onde estamos hoje?

    Segundo a Amnistia Internacional, os direitos humanos continuam a não ser cumpridos na totatlidade. Os ativistas dos direitos humanos e movimentos de justiça social enfrentam uma batalha difícil.

  • Vida para além da Terra - é possível?

    Vida para além da Terra - é possível?

    A possibilidade de encontrar vida fora da Terra sempre instigou a imaginação humana. A primeira missão espacial que procurou sinais extraterrestes aconteceu em 1979. O programa Viking, conduzido pela NASA, chegou a enviar sondas para Marte, à procura de indícios. A missão, na época, acabou por não ter resultados. 

  • Escuta, Arrisca e... Muda!

    Escuta, Arrisca e... Muda!

    “Uma voz clama no deserto”… Esta expressão do Evangelho é parecida ao mundo de hoje, quando vemos grandes figuras nos filmes, concertos, jogos de futebol … Achamos sempre que, dessas pessoas que admiramos, sai um raio de luz inesperado, algo que nos poderá deixar uma marca para a vida.

  • 25 possibilidades de fazer voluntariado

    25 possibilidades de fazer voluntariado

    Gostavas de te dedicar ao voluntariado mas não sabes onde te dirigir? Começa por definir as tuas áreas de interesse.

  • Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Ser voluntário: um compromisso que muda a vida!

    Hoje comemora-se o Dia Internacional do Voluntário. Muito mais do que dar quando nos apetece ou porque fica bem no futuro CV, ser voluntário é assumir um compromisso, uma responsabilidade - a de ir ter com o outro sempre que ele precise.

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Christmas Unicorn" de Sufjan Stevens

    Quando pensamos em músicas de Natal pensamos logo na Mariah Carey, no Michael Bublé, nos Wham!, no Coro de Santo Amaro de Oeiras ... a variedade não acaba. Hoje propomos-te um "registo" natalício diferente.

  • Não consigo dormir!

    Não consigo dormir!

    Passas o dia inteiro com sono, mas depois chega a hora de dormir e aguentavas uma direta? Isto é para ti!