Quando o pião não para - As "crises de fé"

0
0
1
s2smodern

Com uma palavra pouco simpática, diz-se que a criança é egocêntrica. O significado é simples: a criança gira à volta de si própria como um pião. Vê e escuta tudo aquilo que a rodeia em função de si própria. Também a ideia que a criança tem de Deus não foge a este mecanismo. Deus está ali para a servir, para a  ajudar, para a consolar.

Quantas pessoas, precisamente quantos cristãos, não permanecem por toda a vida com esta visão infantil e instintiva de Deus! É a religião primitiva. Deus está ali à disposição do homem. Precisa-se de uma coisa? Pronto! Basta orar a Deus, é suficiente oferecer-lhe um presente: uma oração, uma vela... E Deus escuta-nos. Mas não acontece assim. Então surgem as crises de fé  umas atrás das outras. Isto Deus não mo devia ter feito; Ele não me escuta, e eu nunca mais ponho os pés na igreja! O que é que aconteceu realmente? a situação de muitos rapazes e raparigas (e de adultos). O menino pião cresceu e deu o lugar ao homenzinho com necessidade de se abrir aos outros.

Os outros não estão ali para nos servir, mas para nos convidar a sair da nossa concha; para nos fazer sentir pobres se não lhes abrimos a porta. Que aventura e que emoção para uma adolescente descobrir que há um jovenzinho, um outro, que nada lhe deu como, pelo contrário, o fizeram o pai e a mãe, e contudo entra na sua vida e adquire mais importância para a adolescente do que aqueles que a embalaram e alimentaram. É a capacidade de amar que chega e faz parar o pião; o amor, de facto, é o contrário do egocentrismo. Deus não fica de fora desta maravilhosa fase de crescimento, e entra em crise a ideia que se tinha dele.

Não tapa-buracos mas «voz»

Infelizmente, muitas vezes esta crise de fé constitui o momento de abandono da prática religiosa para muitos adolescentes. A criança, alimentada abundantemente com catecismos, orações e ritos até aos doze anos, passa agora a praticar o jejum. Agora abandonou tudo, diz-se dela, e recomeça-se com um outro exército de crianças. Precisamente no momento em que descobrem os outros que o chamam, que valorizam, que dão um sentido à vida, o rapaz ou a rapariga têm poucas possibilidades de descobrir o outro. Por vezes não fica senão a insistência da mãe: Vai à Missa!.

«Estou à porta e bato»

Em que consiste, realmente, esta crise de fé ? É uma crise de crescimento. É o abandono de um Deus que o homem queria ao seu serviço, por poucas moedas. É o momento mais oportuno para conhecer o Deus da Bíblia que chama o homem a abandonar a sua terra; que se coloca à porta do pião e bate até que a porta se abra. Seria bom que todos os adolescentes encontrassem quem lhes anunciasse este Deus, este «Outro», que é o caminho através do qual se poderá andar, com equilíbrio, para acolher a todos os outros. Falar com a parede? Já é alguma coisa, porque o muro é uma realidade diferente de nós, é um «outro».

Esperemos que, em breve, em vez do muro esteja um amigo mais velho, um grupo, um educador, um padre... Alguém que ajude a descobrir o Deus que chama. Será uma aventura maravilhosa, da qual os olhos do rapaz, que fazem bater o coração à adolescente, serão apenas um pequeno, um pobre sinal.

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Fala-me Direito: A Interdição

    Fala-me Direito: A Interdição

    A palavra pode ser um pouco estranha, mas sabemos todos, à partida, que estar interdito é estar impedido de fazer algo.  Mas quando é que isto se aplica no Direito?

  • Filmes que desafiam:

    Filmes que desafiam: "Food Inc"

    Hoje não recomendamos "mais um filme", mas acendemos o rastilho da polémica. 

  • Rússia: porque andam a circular diplomatas?

    Rússia: porque andam a circular diplomatas?

    Há cerca de um mês e meio, soubemos da notícia do envenenamento de Sergei Skripal e da sua filha Yulia, em Salisbury, no Reino Unido. Na sequência dessa notícia seguiram várias sobre a expulsão de diplomatas russos de países membros da União Europeia, da NATO e aliados do Ocidente. Porquê?

  • Histórias para Crescer: O verdadeiro ensinamento

    Histórias para Crescer: O verdadeiro ensinamento

    Uma mulher regava o jardim de sua casa e viu três velhos à sua frente.

  • Para lá da música:

    Para lá da música: "Sigh no More" de Mumford & Sons

    Já passaram 8 anos desde o lançamento do disco de estreia dos Mumford & Sons, Sigh no More, mas a sua música e a sua mensagem continuam bem vivas. Apesar de não se assumirem como praticantes de qualquer tipo de religião, os textos da banda britânica tocam várias vezes em temas religiosos.

  • Fala-me Direito: O casamento

    Fala-me Direito: O casamento

    Já falámos sobre a união de facto e os seus efeitos que se assemelham, em muitos aspetos, ao casamento… Mas e então o casamento? É só colocar a aliança e dizer “até que a morte nos separe” e já está?

  • Filmes que desafiam:

    Filmes que desafiam: "Sete Vidas"

    Mais um filme que procura dar-te "um murro no estômago".

  • Será que gosta de mim?

    Será que gosta de mim?

    As pessoas podem realmente ser confusas, especialmente quando se trata de paixonetas. Podem falar constantemente, mas se calhar ainda não te convidaram para um encontro. Pode olhar para ti durante a aula de inglês e depois ignorar-te no corredor. Como podes ter a certeza se aquela pessoa gosta mesmo de ti? Aqui vão alguns sinais.

  • Jovens que Mudaram o Mundo: Maya Angelou

    Jovens que Mudaram o Mundo: Maya Angelou

    Maya Angelou é um importante símbolo da cultura afroamericana. Desde indicações para prémios Pullitzer a Grammys, Angelou foi uma defensora dos direitos civis e da igualdade. 

  • Sentes-te fora do grupo? O que fazer quando te sentires excluído

    Sentes-te fora do grupo? O que fazer quando te sentires excluído

    Quando os teus amigos te excluem de propósito, pode querer dizer que algo se passa. Ou então não! Mas seguem algumas dicas para poderes diferenciar um problema na tua amizade de um comportamento compreensível e razoável.

  • Desafios matemáticos - Consegues decifrar?

    Desafios matemáticos - Consegues decifrar?

    Calma! Não são precisas fórmulas nem calculadoras, apenas o exercício do nosso cérebro.

  • "Gaudete et Exsultate:" uma nova mensagem do Papa Francisco

    Já sabemos que o Papa Francisco é um homem que está atento aos problemas e desafios do mundo atual. Como contorná-los?