Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

As "batalhas" entre pais e filhos

0
0
0
s2sdefault

Até podes ficar ofendido, mas confesso que ao ouvir certos problemas, sinto mesmo uma grande alegria. Mas que piada isso tem? Estas batalhas terríveis entre pais e filhos estão na ordem do dia. E acabam quase sempre com uma vitória do filho. E dois que perdem contra um (e mais pequeno) dá sempre para rir.

Depois têm graça os diálogos das duas partes em campo: uma afirmação e o contrário da mesma. Já não sou uma criança, protesta o filho. És ainda uma criança, insistem os pais. É o jogo da vida que se repete e continuará a repetir-se. Quando também te tornares mãe e pai, o que é respondes ao filho que vem pedir uma motorizada? Procuremos, pois, desdramatizar este problema com um pouco de humor. Até porque rir faz bem à saúde... não só do corpo!


O «grande» a certas horas

Desta vez o filho gritava a plenos pulmões: Já não sou uma criança! Sei o que é preciso fazer! Ssst! Não digam a ninguém! Poucos minutos antes, a mãe teve de ir certificar-se se ele tinha feito os trabalhos de casa. O mesmo homenzinho ficaria tranquilamente a dormir até às onze, se de manhã a mãe não suasse sete camisas para o fazer sair da cama. Bem! Não vos parece que viver como crianças (quero tudo e não dou nada) e declarar-se adulto é uma forma um pouco arriscada de convencer os pais do crescimento?

Não respondas demasiado rapidamente. Pensa antes um pouquinho.

O medo da mãe

A minha mãe não confia em mim; acha que com a motorizada vou ter um acidente. Escutai esta. Há alguns meses, quando se tornaram notícia os transplantes, um meu amigo brincalhão, ao ver um alguém passar r na sua motorizada e estando o semáforo vermelho, exclamou: Carne para transplantes!. Não venham dizer-me que a motorizada não é perigosa e que a mãe não se deve preocupar. Mas eu já lhe disse mil vezes que serei prudente!. Certas coisas não se devem dizer: é preciso demonstrá-las. Se a vossa mãe viu três pessoas na mesma motorizada, ou talvez a correr com a roda dianteira levantada, não bastam as palavras para a convencer.

As recordações do pai

E vamos agora ao pai, que recorda os dias da sua infância. Vocês não tendes dificuldade em trazer à baila a vossa experiência: Na minha turma todos a têm. E o vosso pai não pode apresentar a sua experiência? As regras de jogo não devem valer para todos?

Não é certamente por culpa tua se há trinta anos ainda não havia o poder de compra que há hoje, mas não é uma ideia perversa lembrar-se que os pais não são estátuas de pedra sem passado.
Quem sabe escutar, será também escutado. Isto vale também para os pais, não apenas para os amigos. E um pedacinho de gratidão não faz mal a ninguém... mesmo para se obter aquilo que se pede! Mas nós queremos a motorizada Não tenho qualquer ilusão de vos ter convencido a renunciar à motorizada. Caramba, se todos a têm, por que é que não a hei-de ter?.Sei também que estás a resmungar Este desta vez colocou-se do lado dos pais! Estás enganado! E fica a saber que este é o melhor caminho para obteres a motorizada ao chegardes aos quinze anos. Como?

Ainda não percebestes? Vamos resumir:

1. Quando pedires uma coisa de grandes, começa pelo menos algum dia antes, a comportar-te como grande, por exemplo: cumprindo o teu dever sem ser necessário que to-lo recordem.
2. Os pais também gostam, como tu, de ser escutados. Eles têm o direito, pelo menos, à mesma paciência e cortesia que demonstras com os amigos.
3. Em vez de dizer que queres uma coisa porque todos a têm, tenti explicar a ti próprio e aos pais para que serve essa coisa.

Talvez acabe por ser desnecessária.

Marcações: Valores, Família, Crescer, Pais, Discutir

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.