Gandhi - o homem que inspirou gerações

0
0
1
s2smodern

Franzino, sempre descalço, muito frágil fisicamente ... Quem olhasse para Mahatma Gandhi não diria que ele e tornaria num exemplo, a inspirar milhões!

Maohandas Karamchand Gandhi ou, como ficou conhecido, Mahatma Gandhi, foi acima de tudo um ativista da não-violência. Formado em direito, foi um político e líder no movimento de independência da Índia, que era governada pelos ingleses. Nasceu numa cidade chamada Porbandar, no dia 2 de outubro de 1869. O seu pai era funcionário público, cargo herdado pela família por gerações. Ainda criança casou-se com Kasturba, com quem teve 4 filhos homens.

Com 19 anos, Gandhi partiu para Inglaterra, para estudar Direito. Em 1891, recém-formado retorna à Índia. Sem muitas opções de trabalho na Índia, em abril de 1893, Gandhi parte para a África do Sul, para trabalhar como advogado numa empresa de trocas comerciais. Mesmo longe do seu país, começou a lutar pelo direitos dos hindus, e a atuar como pacifista.

Com 45 anos, volta à Índia, onde foi recebido como um herói, pelas suas lutas em favor dos indianos na África do Sul. Ficava cada vez mais conhecido pela luta dos direito do povo, sobretudo dos camponeses e operários mais pobres. Enfrentou pela primeira vez o governo britânico, ao organizar uma greve geral. A sua principal estratégia era a não colaboração com o governo britânico sem violência e de forma pacífica. Em março desse ano foi preso, acusado de rebelião contra o governo, e condenado a 6 anos de prisão. Depois de dois anos, libertaram-no, porque sofria de apendicite aguda e precisava de operação. 

Aos 60 anos, em 1929, Gandhi retoma sua luta pela libertação da Índia, ao percorrer todo o país. Em 1931 vai a Londres pedir aos ingleses que concedam a independência. Novamente na Índia, volta a ser preso, sendo que, nessa época, mais de 32 mil pessoas foram condenadas por crimes políticos. Gandhi só foi solto em maio de 1933, isto porque temiam pela sua vida, já que ele insistia em fazer jejum por longos períodos.

A 8 agosto de 1942, o Congresso Indiano aprovou a resolução Saiam da Índia, dirigido ao governo britânico,que reprimia cada vez mais as pessoas. No dia seguinte, Gandhi voltou a ser preso, assim como outros membros do Congresso. A violência era cada vez maior e a sua esposa, Kasturba ficou ao seu lado na prisão. Em janeiro de 1944 , Kasturba morreu por complicações cardíacas e bronquite. Foi uma grande perda para Gandhi. Em maio Gandhi é liberto, graças a pressões públicas e às advertências dos médicos. 

No dia 15 de agosto de 1947, foi oficialmente proclamada a independência no território indiano, já estabelecendo a divisão entre Índia (hindus) e Paquistão (muçulmanos). Nesse dia, Gandhi estava em Calcutá a apelar à paz entre os povos. Aproximadamente 12 milhões de pessoas fugiam naquela altura devido à violência: os Muçulmanos que estavam na Índia fugiam para o Paquistão e os hindus que estavam no Paquistão fugiam para a Índia. 

A cada surto de violência, Gandhi realizava outro jejum, em favor da união entre as comunidades. Interrompia o jejum quando o surto de violência passava. Os hindus temiam causar a morte de Gandhi, e os muçulmanos temiam as represálias, caso Gandhi morresse durante um desses jejuns.

No dia 30 de janeiro de 1948, depois de um jejum que havia durado 5 dias, Gandhi foi assassinado com três tiros pelo hindu Nathuram Vinayak Godse, no jardim da sua casa, onde estava a rezar pela paz mundial. Godse matou Gandhi porque era contra a tolerância religiosa que Gandhi defendia, o que teria causado a criação do Paquistão, contra a qual era contra.

Um exemplo que inspira gerações

No dia em que se celebra a data do seu nascimento, a ONU declarou em 2007 que este dia se tornasse o Dia Internacional da Não Violência. Ainda hoje assistimos a violência entre países, regiões, até mesmo na tua escola, sem motivos. 

Fica com um vídeo com algumas imagens e entrevistas do próprio Gandhi.

Marcações: ONU, Reino Unido, Paz, Índia , Gandhi, Não Violência, Paquistão

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • 4 filmes para ver no Dia do Pai

    4 filmes para ver no Dia do Pai

    No Dia do Pai, nada melhor que um "serão cinematográfico" para celebrar todo o amor que recebes do teu pai. Deixamos-te algumas sugestões de filmes para veres neste dia especial.

  • Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Mindfulness: Como é que nos pode ajudar na escola?

    Já muito se diz sobre o quão acelerados são os tempos em que vivemos. Além da distração,os mesmos aumentam os níveis de stress e ansiedade. Neste sentido, investigadores do Reino Unido debruçaram-se sobre como a meditação e o mindfulness pode contornar estes sintomas.

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo II da Quaresma

    Depois de ter anunciado o Evangelho na Galileia, Jesus vai a caminho de Jerusalém. Como preparação para esta nova etapa da sua vida, começa a rezar. Sobe a um monte, o lugar de encontro com Deus. Leva consigo os seus discípulos de mais confiança: Pedro, João e Tiago.

  • As cores da Quaresma

    As cores da Quaresma

    Na quaresma a cor litúrgica predominante é o roxo. Mas também se usa o rosa. E porque é que nas festas se usa o branco? Quantas cores há na liturgia afinal?

  • Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Síndrome do pensamento acelerado: será que o tens?

    Provavelmente já ouviste alguma pessoa mais velha da tua família a começar uma frase com a expressão “No meu tempo..." Este padrão nostálgico tem a ver com o facto de que tudo, tudo mesmo, muda a uma velocidade absurda. Queres um exemplo? As pessoas nascidas nos anos 80 ou antes disso têm lembranças nítidas de como era a vida sem internet, sem redes sociais e, inclusive, sem telemóvel.

  • Quaresma - dar a vida em esmola

    Quaresma - dar a vida em esmola

    Depois de termos aprofundado o sentido do jejum hoje falamos sobre a segunda “arma” que a Igreja nos aconselha para vencer o pecado neste tempo da quaresma: a esmola.

  • Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Moda: cada vez mais pessoas escolhem marcas amigas do ambiente

    Não é segredo nenhum que a indústria da moda é a que mais contribui para a poluição do nosso planeta. Entre aterros acumulados com roupas deitadas fora, toneladas de água desperdiçada usadas para tingir tecidos todos os dias e microfibras prejudiciais que são colocadas nos oceanos, a necessidade de grandes mudanças nunca foi tão grande.

  • Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Histórias para Crescer: A Palmeira e a Pedra

    Ben Sadok não tinha um caráter fácil. Tinha sobretudo o vício de destruir tudo o que de belo e bom via à sua volta.

  • O que é isso do

    O que é isso do "Momo Challenge"?

    A não ser que andes a viver numa toca, de certeza que tens sido bombardeado com uma imagem de uma boneca assustadora, a entupir o teu feed no instagram, aterrorizando-te no Twitter ou no facebook. Bem-vindo ao Desafio MOMO.

  • Vem aí uma série sobre

    Vem aí uma série sobre "O Senhor dos Anéis"

    Se antes os nossos pais tinham de comprar pacotes de canais televisivos da mesma operadora, hoje temos de pedir para aderir a mais do que um serviço de streaming. A Amazon Prime está a preparar uma das séries mais caras de sempre - Senhor dos Anéis. 

  • 40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    40 dias de “penitência”… porquê tanto tempo?

    Há pouco tempo acompanhei uma missão juvenil e um dos missionários perguntou-me, mais ou menos com estas palavras: “Não se podia resolver isto da preparação para a Páscoa mais depressa? Sei lá…uma novena (9 dias) ou um tríduo (3 dias)?”. Eu respondi exatamente com estas palavras: “poder, podia…mas não era a mesma coisa!”

  • Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    Escuta, Arrisca e Vive a Quaresma! | Domingo I da Quaresma

    O deserto é um lugar misterioso, onde tanto a sobrevivência como a morte caminham lado a lado. Um lugar desafiante, onde também Deus conduz os profetas para lhes poder falar ao coração, onde caminha com o povo hebreu, partilhando a sua vida.