Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Memória visual, auditiva e cinestésica: Formas diferentes de aprender

0
0
0
s2sdefault

Se perguntares aos teus amigos de que forma é que memorizam melhor a matéria, terás diferentes respostas - uns estudam com vídeos, outros gostam de falar alto e há ainda quem goste de fazer resumos da matéria. De acordo com especialistas, essas são as amneiras mais comuns de estudar.

Memória Visual 

Como o nome indica, as pessoas com uma memória visual memorizam as coisas através de imagens. Gráficos, fórmulas, diagramas e textos facilitam o estudo para as pessoas com memória do tipo visual. Qualquer som funciona como uma distração, por isso se achas que te enquadras neste tipo de memória, evita estudar em grandes grupos.

Nas aulas, é importante que escrevas tudo aquilo que ouves, já que a escrita estimula a visão. Em casa, podes combinar estes apontamentos com imagens ou outros elementos visuais que podem ajudar a decorar a matéria. Coloca as fórmulas complicadas de Físico-Química e Matemática próximas de ti, ao alcance da visão. É uma boa forma de decorar para quem tem uma memória visual. 

Já os auditivos registram melhor os conteúdos quando estes estão em formato de áudio, desde que não hajam ao redor ruídos atrapalhando.

Por fim, o cinestésico é alguém que utiliza muito o tato para estudar, focando sempre em situações práticas. Se mover e tocar, montar e desmontar coisas estimula o seu aprendizado.

Memória Auditiva

Estimular a audição não tem a ver, necessariamente, com estudar em ambientes barulhentos. As pessoas com memória auditiva precisam de silêncio e concentração para ouvir a explicação dos professores e rever o conteúdo em voz alta, mais tarde, na hora de estudar. 

Além de repetir as informações em voz alta, outras técnicas auditivas ajudam na memorização da matéria. Graças aos milagres da tecnologia, é possível estudar com a ajuda de livros e documentários áudio e podcasts especiais sobre o tema falados nas aulas. Vídeos também podem ajudar, desde que a visão não atrapalhe a audição, claro. 

Nos dias em que a concentração parece não chegar, podes contar com o auxílio da música para dar aquele empurrãozinho nos estudos. Sons tranquilos e instrumentais dão conta do recado, experimenta!

Memória Cinestésica

Para quem tem uma memória cinestésica, não basta apenas ler ou ouvir as explicações do professor. Precisam de entender o conteúdo na prática, com a mão na massa. Por isso, a dica é estar sempre em movimento, fazendo algumas pausas relaxantes durante os estudos, isto porque os cinestésicos nem sempre aguentam estar tanto tempo parados, apenas a fazer exercícios, sem qualquer ação. Experiências em laboratório, atividades de campo, viagens e pequenas experiências caseiras também trazem bons resultados, já que transformam teorias nalgo.

Se não sabes qual o teu tipo de memória, podes fazer um pequeno teste aqui. Agora que as aulas começaram, aproveita para te conheceres melhor e conseguires os melhores resultados possíveis.

 

Marcações: Escola, Estudar, Música, Memória, Aulas, Professor, Matéria

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.