Será que é amor?

0
0
1
s2smodern

A adolescência é normalmente o tempo dos primeiros amores e do primeiro namoro. E quando se está numa relação a tendência é pensar que é para o resto da vida e que aquela pessoa nos ajudará a realizar todas os nossos objetivos, sonhos e planos e que apenas podemos ser imensamente felizes juntos!

Mas a realidade é bem diferente: na adolescência estamos ainda em fase de crescimento (também a nível emocional) e o que agora é essencial pode não ser assim tão importante daqui por 3 anos (pensa no brinquedo que não largavas quando eras criança e que agora nem sabes onde está)!

Além disso, se nós mudamos o outro também tem direito a mudar! É até fundamental que assim seja: ninguém quer um adulto com mentalidade de criança.

Ter um relacionamento amoroso equilibrado é complicado para os adultos, quanto mais para adolescentes com todas as mudanças a acontecerem. Quando estamos numa relação nunca podemos prever o quer irá acontecer, mas a única coisa que não pode acontecer é o medo e a violência, sobretudo amorosa! O oposto do amor é o medo e se sentires medo do teu(tua) parceiro(a) algo está muito errado! Esse é o primeiro sinal a que deves prestar atenção!

A violência no namoro pode ter muitas formas, mas têm em comum: magoar, humilhar, controlar e assustar!

Violência física – empurrar, agarrar ou prender, atirar objetos, dar bofetadas, pontapés e/ou murros, ameaçar usar a força física ou a agredir.

Violência verbal - chamar nomes (e lembra-te que nomes com conotação negativa nunca podem ser carinhosos), gritar, humilhar (com críticas e comentários negativos como Não vales nada, Não sabes nada ou Não fazes nada de jeito), intimidar e ameaçar.

Violência psicológica – partir ou estragar os teus objetos ou roupa; controlar a tua maneira de vestir, o que fazes nos tempos livres e ao longo do dia ou com quem estás; ligar constantemente ou enviar mensagens para saberes onde estás; ameaçar terminar a relação como estratégia de manipulação.

Violência social - humilhar, envergonhar ou denegrir a tua imagem em público, especialmente junto dos teus familiares e amigos; mexer, sem o teu consentimento, no teu telemóvel, nas tuas contas de correio eletrónico ou nas tuas contas das redes sociais; proibir de conviver com os teus amigos e/ou com a tua família.

Violência sexual - obrigar a praticar atos sexuais, mesmo quando não queres; acariciar (ou forçar carícias), sem que queiras.

Podes pensar que isto é totalmente descabido, mas um estudo realizado em Portugal com 2500 jovens revela que:

  • Quase um terço dos rapazes (32,5%) acha legítimo exercer violência sexual
  • 14,5% das raparigas não considera violência forçar um beijo ou sexo
  • 16% considera normal forçar o/a companheiro/a a ter relações sexuais
  • 22% considera normal algumas das formas de violência (física, sexual e ou psicológica).

A maior parte das vítimas de violência doméstica quer acreditar que os parceiros vão mudar e por isso dão mais uma oportunidade porque ele(a) prometeu que vai ser diferente! Mas a verdade é que rapidamente tudo volta ao mesmo, apenas com maior violência! Porque a violência tende a escalar, ou seja, se tens agora um(a) parceiro(a) que te bate a probabilidade de teres um(a) esposo(a) que te mate é bastante elevada. A violência vem de muitos fatores, sobretudo da não compreensão do que é o Amor.

Se estás numa relação violenta, ou conheces alguém que esteja, é importante perceber primeiro que essa relação não é de amor nem de felicidade, mas de muito medo e sofrimento, por isso há que quebrar esse laço. Para teu bem (físico e emocional) é necessário terminar a relação, com a ajuda de um adulto ou mesmo da APAV.

Marcações: Valores, Portugal, Relações, Amor , Adolescentes, Violência, Namoro, Medo, Agressão

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Depois de ter passado uma noite em oração e de ter escolhido os doze, Jesus encontra agora dois grupos de pessoas: numerosos discípulos e uma grande multidão. A multidão sente-se desorientada e procura Jesus por dois motivos: quer ouvir a sua Palavra e ser curada dos seus males.

  • "Tolkien": Uma viagem pela mente do criador de "O Senhor dos Anéis"

    A pergunta mais velha do mundo que se faz a qualquer mente criativa é: "Como é que surgiu esta ideia?". Pois este ano vamos poder conhecer uma das mais brilhantes mentes do século XX. 

  • Música: porque gostamos tanto dela?

    Música: porque gostamos tanto dela?

    Independentemente do teu estilo musical favorito, com uma coisa podemos concordar: ouvir música faz bem e deixa-nos felizes. Companheira de viagens, caminhadas e, para os mais sortudos, presente também na hora do trabalho, a música é algo que tem a capacidade de melhorar o nosso humor e, inclusive, fazer com que a nossa concentração melhore, mas já te perguntaste como é que isto é possível?

  • Will Smith em tons de azul - o novo trailer de

    Will Smith em tons de azul - o novo trailer de "Aladdin"

    Durante  a cerimónia dos Grammys 2019 foi divulgado um novo trailer do remake do filme "Aladdin" da Disney. 

  • Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Ontem à noite decorreu a 61ª edição dos prémios Grammy, que distingue o que de melhor se fez na música no ano que passou.

  • Escuta, Arrisca e ... Confia!

    Escuta, Arrisca e ... Confia!

    No Evangelho deste Domingo, Pedro tem um gesto de confiança: Pela tua palavra, porque és Tu a dizê-lo, para Te dar um prazer, por Ti … lanço as redes.

  • O capitalismo: O que é?

    O capitalismo: O que é?

    Provavelmente já ouviste algumas pessoas falarem sobre esta coisa chamada capitalismo. Se já ouviste os teus pais a reclamar sobre o capitalismo ou algum dos teus professores a abordar este assunto, hoje explicamos-te este tema de uma forma simples. 

  • Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Quer estejas a planear algo especial com o teu namorado(a) ou um jantar com as amigas, aqui vão algumas ideias.

  • Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Jesus está no início da sua vida pública. Na sinagoga de Nazaré lê uma citação do profeta Isaías e actualiza-a, aplicando o conteúdo da profecia a si mesmo e à sua missão.

  • A ansiedade nas palavras deles

    A ansiedade nas palavras deles

    Tem sido crescente a atenção dos media para as questões relacionadas com a saúde mental. Também algumas figuras públicas aproveitam o espaço que lhes é dado para falar destas questões e como as ultrapassaram. 

  • Porque é que os casais dão as mãos?

    Porque é que os casais dão as mãos?

    Quer estejas a ver um filme, a caminhar na rua, ou simplesmente dar uma volta, não há nada mais inato do que o ato de dar as mãos. Mas porque é que fazemos isso?  Há algo mais para além do conforto de estar com o teu mais que tudo?

  • O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    Toda a gente nas redes sociais participou no “Desafio dos 10 Anos”, a brincadeira que, basicamente, consiste em partilhar uma foto atual ao lado de uma de há 10 anos atrás para mostrar o quanto ou o quão pouco mudamos ao longo da última década, certo?