O caminho do perdão

0
0
1
s2smodern

O evangelho deste domingo é conhecido como a Regra da comunidade cristã. Depois de muito nos ter dado os critérios para sermos uma comunidade de verdadeiros seguidores, Jesus ilumina-nos hoje acerca da regra de ouro do cristão: o perdão!

DOMINGO XXIII DO TEMPO COMUM | Mt 18, 15-20

Inspirados no evangelho de hoje podemos dizer que o perdão não é um sentimento ou um desejo, mas uma decisão. O perdão não é um ponto de partida nem de chegada, mas um caminho.

Para perdoar é necessário decidir pôr-se a caminho com os irmãos. E este caminho tem 4 etapas:

Primeira etapa: Se o teu irmão te ofender, vai ter com ele e repreende-o a sós. Para começar o caminho do perdão, tens de ser tu a dar o primeiro passo. Mesmo se és tu a vítima na situação. Dar o primeiro passo é dizer ao outro que estás disponível para começar a perdoar, para reatar a relação que ofensa rompeu. Somente depois de ires ao encontro do outro tens a autoridade de o repreender e assim iniciarem o caminho do perdão, juntos.

O perdão começa assim: coração a coração.

Segunda etapa: Se não te escutar, toma contigo mais uma ou duas pessoas, para que toda a questão fique resolvida… O perdão é um caminho que é muito difícil percorrer sozinho. Precisamos de quem nos acompanhe, nos ajude e nos oriente. Os outros não são chamados para serem simplesmente testemunhas, mas para que toda a questão fique resolvida. Os outros não são chamados para nos dar razão, mas para nos ajudarem a compreender todas as implicações da situação.

Terceira etapa: Mas se ele não lhes der ouvidos, comunica o caso à Igreja… A Igreja é a comunidade que nasceu do perdão e vive no perdão. Da Igreja devemos aprender a forma sábia e prudente com que trata todas as situações. Da Igreja devemos sobretudo aprender que o mais importante em qualquer situação é o bem de todas as pessoas e por isso devemos tratar todos com igual dignidade.

Quarta etapa: …e se também não der ouvidos à Igreja, considera-o como um pagão ou um publicano. Esta pode ser a etapa que nos dá algum descanso. Até Jesus compreende que em certas situações não é possível chegar ao perdão e por isso podemos tratar os irmãos com indiferença. Esta forma de interpretar as palavras de Jesus não podia estar mais errada. Jesus diz para tratar os irmãos como pagãos e publicanos.

É aqui que se esconde o ponto mais importante do evangelho de hoje. Ou não é verdade que aqueles a quem Jesus dedicou mais amor foram os pagãos e os publicanos? Ou não é verdade que aqueles a quem Jesus mais elogia a fé são pagãos e publicanos? É ou não verdade que Jesus disse que veio para os doentes e não para os sãos?

Tratar o outro como um pagão ou um publicano é amá-lo, é rezar por ele, é senti-lo próximo, é sobretudo desejar que se converta e descubra o amor de Deus para que o possamos abraçar novamente.

Isto é difícil. Isto é exigente. Isto exige fadiga… é um caminho a percorrer! Como fazê-lo? Com o olhar fixo em Jesus pois ele mesmo o diz que está no meio de nós.

Bom domingo! 

Marcações: Igreja, Valores, Evangelho, Jesus , Tempo Comum , Domingo, Perdão, Ofensa, Caminho, Irmãos, Coração

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias

  • Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Escuta, Arrisca e ... Aventura-te!

    Depois de ter passado uma noite em oração e de ter escolhido os doze, Jesus encontra agora dois grupos de pessoas: numerosos discípulos e uma grande multidão. A multidão sente-se desorientada e procura Jesus por dois motivos: quer ouvir a sua Palavra e ser curada dos seus males.

  • "Tolkien": Uma viagem pela mente do criador de "O Senhor dos Anéis"

    A pergunta mais velha do mundo que se faz a qualquer mente criativa é: "Como é que surgiu esta ideia?". Pois este ano vamos poder conhecer uma das mais brilhantes mentes do século XX. 

  • Música: porque gostamos tanto dela?

    Música: porque gostamos tanto dela?

    Independentemente do teu estilo musical favorito, com uma coisa podemos concordar: ouvir música faz bem e deixa-nos felizes. Companheira de viagens, caminhadas e, para os mais sortudos, presente também na hora do trabalho, a música é algo que tem a capacidade de melhorar o nosso humor e, inclusive, fazer com que a nossa concentração melhore, mas já te perguntaste como é que isto é possível?

  • Will Smith em tons de azul - o novo trailer de

    Will Smith em tons de azul - o novo trailer de "Aladdin"

    Durante  a cerimónia dos Grammys 2019 foi divulgado um novo trailer do remake do filme "Aladdin" da Disney. 

  • Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Grammys: a noite em que o rap foi estrela

    Ontem à noite decorreu a 61ª edição dos prémios Grammy, que distingue o que de melhor se fez na música no ano que passou.

  • Escuta, Arrisca e ... Confia!

    Escuta, Arrisca e ... Confia!

    No Evangelho deste Domingo, Pedro tem um gesto de confiança: Pela tua palavra, porque és Tu a dizê-lo, para Te dar um prazer, por Ti … lanço as redes.

  • O capitalismo: O que é?

    O capitalismo: O que é?

    Provavelmente já ouviste algumas pessoas falarem sobre esta coisa chamada capitalismo. Se já ouviste os teus pais a reclamar sobre o capitalismo ou algum dos teus professores a abordar este assunto, hoje explicamos-te este tema de uma forma simples. 

  • Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Dia dos Namorados: 10 canções para dedicar

    Quer estejas a planear algo especial com o teu namorado(a) ou um jantar com as amigas, aqui vão algumas ideias.

  • Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Escuta, Arrisca e ... Conhece!

    Jesus está no início da sua vida pública. Na sinagoga de Nazaré lê uma citação do profeta Isaías e actualiza-a, aplicando o conteúdo da profecia a si mesmo e à sua missão.

  • A ansiedade nas palavras deles

    A ansiedade nas palavras deles

    Tem sido crescente a atenção dos media para as questões relacionadas com a saúde mental. Também algumas figuras públicas aproveitam o espaço que lhes é dado para falar destas questões e como as ultrapassaram. 

  • Porque é que os casais dão as mãos?

    Porque é que os casais dão as mãos?

    Quer estejas a ver um filme, a caminhar na rua, ou simplesmente dar uma volta, não há nada mais inato do que o ato de dar as mãos. Mas porque é que fazemos isso?  Há algo mais para além do conforto de estar com o teu mais que tudo?

  • O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    O #10YEARCHALLENGE que vale a pena ver!

    Toda a gente nas redes sociais participou no “Desafio dos 10 Anos”, a brincadeira que, basicamente, consiste em partilhar uma foto atual ao lado de uma de há 10 anos atrás para mostrar o quanto ou o quão pouco mudamos ao longo da última década, certo?