Quando a carroça vai vazia, mais barulho faz

0
0
1
s2smodern

Certo dia, um homem sábio estava com filho a passear num bosque. Longe de tudo e em silêncio, o Pai perguntou ao filho:

 – Ouves alguma coisa além do chilrear dos pássaros?

O filho apurou os ouvidos para ficar ainda mais atento e responde com entusiasmo:

– Estou a ouvir o barulho de uma carroça, que vem nesta direção.

– Muito bem! - disse o pai - É uma carroça vazia!

Surpreendido com aquela afirmação, o filho pergunta:

– Como sabes que a carroça está vazia? Ainda não a vimos!

– Meu filho, é muito fácil saber que a carroça está vazia por causa do barulho. Quando a carroça vai vazia, mais barulho faz.

Autor desconhecido

As pessoas também são como as carroças: quando fazem muito barulho geralmente vão vazias!

Já reparaste que há pessoas que falam demasiado de si, dos outros e de tudo? Normalmente não dizem coisas verdadeiramente importantes, mas demonstram uma grande necessidade de se afirmarem e de demonstrarem. Consegues identificar alguém assim?

Pelo contrário, há pessoas que pouco falam, mas o que dizem ou os seus gestos traduzem tanto que não precisam de explicação. Pensa, por exemplo, no Papa Francisco: os seus gestos transmitem toda a sua bondade e mesmo os seus discursos são curtos e facilmente compreendidos por todos (muito ou pouco letrados).

E tu, como falas? Fazes muito barulho ou o que dizes é realmente importante, sentido e verdadeiro?

Precisas de barulho à tua volta ou valorizas o silêncio?

Para nós cristãos, a Palavra é sagrada! E isto deve-nos fazer pensar no que dizemos e como o dizemos. Como utilizas a linguagem? De forma agressiva, rude, com palavrões, para ameaçar, maldizer ou mentir? Jesus ensina-nos a usar palavras bondosas e sobretudo verdadeiras! Fica o desafio de usares a palavra com sabedoria.

Marcações: Contos, Valores, Amigos, Relações, Carroça, Ouvir, Palavra, Pais, Silêncio, Pensamento

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias