Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Felizmente, há Natal - De Nazaré para Belém (parte 1)

0
0
0
s2sdefault

No motor de pesquisa Google encontram-se milhões de entradas para assuntos relacionados com o Natal. Decidimos poupar-te trabalho e fazer uma pequena viagem pela História.

O nascimento de Jesus é verdadeiramente um acontecimento histórico. Deu-se numa data do calendário e num local deste mundo.

César Augusto

Jesus nasceu no tempo em que a Palestina fazia parte do imenso império romano, cuja capital era Roma. O território que hoje ocupamos, a Lusitânia, estava também ocupado pelos romanos. César Augusto era muito amado pelo seu povo. Foi ele que, depois de intermináveis guerras, reestabeleceu a paz em todo o Império. Era venerado como se fosse um deus que veio salvar o povo. Foi imperador de 30 A.C a 14 D.C. Foi ele que ordenou o recenseamento de toda a terra, isto é, a contagem dos cidadãos. Cada qual tinha de se deslocar à sua cidade de origem.

Maria e José

Maria vivia com José na pequena cidade de Nazaré, na província da Galileia. Maria era filha de Joaquim e de Ana. Não conhecemos o nome dos pais de José. Maria e José, ambos jovens de cerca de 16 anos, enamoraram-se um pelo outro. Como era costume, os noivos, depois da promessa de casamento, só passado um ano é que iam viver em comum. A noiva juntava-se ao noivo e fazia-se então a festa, com músicas e danças. Quando a jovem Maria já está prometida em casamento mas ainda não vivia em comum, o anjo do Senhor apareceu-lhe e, depois de a saudar como muito amada por Deus, disse-lhe ser a escolhida para ser a mãe de Jesus. 

No silêncio da noite

Na cidade de Nazaré apareceu na praça central o mensageiro a proclamar: César Augusto ordenou um recenseamento! Maria e José já viviam juntos e a jovem esposa encontrava-se grávida por virtude do Espírito Santo. Como os antepassados de José eram da cidade de David, partiram em direcção à cidade de Belém, local próximo de Jerusalém. Foram cinco dias a caminho por montes e vales. Ao chegarem, aproximou-se o momento de Maria dar à luz. Como não havia um lugar com privacidade para o parto, deve ter ido para onde habitualmente estavam os animais. Foi aí que teve o seu filho primogénito, que deixou na manjedoura.

A visita dos pastores

A criança deitada na manjedoura ou ao colo de sua mãe Maria nada tem de espetacular. Apesar de ser o Filho de Deus, é verdadeiramente humano. É um bebé débil, indefeso, que chora e necessita do leite materno. Havia naquela região uns pastores que viviam nos campos. Um anjo do Senhor apareceu-lhes e disse: Anuncio-vos uma grande alegria. Hoje nasceu-vos um Salvador. Eles foram apressadamente para o visitar.  Depois de o terem visto, ficaram muito felizes. Por isso, glorificaram e louvavam a Deus. Espalharam também a alegre notícia a toda a gente. E todos estavam maravilhados ao ver a alegria destes pobres pastores.

Marcações: Jesus , Natal, Advento, Virgem Maria, Maria, Graça

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.