Escuta, Arrisca e Vive o Natal | Epifania (ANO A)

0
0
0
s2sdefault

Os Magos, provavelmente, astrólogos persas, não se ficaram pela observação das estrelas; perguntaram-se sobre o significado das coisas. E aquele sinal tornou-se para eles uma “estrela teológica”, pois valeu a pena o risco, uma vez que os levou a ver o Salvador.

O texto apresenta Herodes, Rei da Judeia e Jesus, Rei dos Judeus. O primeiro, rei das coisas, o segundo, rei das pessoas; um será o perseguidor, o outro o perseguido, julgado e crucificado, como rei. Como naquele dia na Judeia, também hoje existem dois modos opostos de ser “rei”: um potente que oprime e procura a própria conveniência, outro humilde que se doa sem limites e salva.

Que rei e que homem, que Deus e que salvação procuramos nós?

Nós vimos a estrela – dizem os magos – e viemos adorá-Lo: não basta ver; é necessário por-se a caminho. Herodes e os Escribas nunca encontraram o Messias porque nunca saíram do palácio dos seus próprios interesses.

Como os Magos, hoje procura estar muito atento às estrelas que Deus vai pôr no meu caminho para O poder encontrar onde menos o espero.

Bom Domingo!

Marcações: Evangelho, Jesus , Natal

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias