Santa Catarina Drexel: "Partilhar" como lema de vida

0
0
0
s2sdefault

Catarina Drexel nasceu nos EUA a 26 de novembro de 1858. Filha de um famoso banqueiro, uma das lições que sempre passaram à jovem Catarina era a de que a riqueza era dada para o bem de todos, e por isso devia ser partilhada. 

 

Durante uma viagem com a família ao Oeste americano, Catarina, ainda jovem, deu-se conta da miséria em que viviam os indígenas da América. Esta experiência acendeu nela o desejo de fazer qualquer coisa para aliviar a vida daquela gente. Decidiu assim dar o seu dinheiro e o seu tempo para o sustento das missões e dos missionários nos Estados Unidos em favor dos índios.

Quando se encontrou com o Papa Leão XIII e lhe pediu missionários para trabalhar com os índios a quem ela ajudava, sugeriram-lhe a ideia de ela mesma se tornar missionária. Catarina tomou assim a decisão de se entregar totalmente a Deus, juntamente com a sua herança, ao serviço dos índios e dos afro-americanos.

Fundou depois as Irmãs do Santíssimo Sacramento, com a finalidade de difundir a mensagem do Evangelho e a vida eucarística entre os índios e os afro-americanos. Mulher de muita oração, encontrou sempre na Eucaristia a fonte do seu amor pelos pobres. Consciente de que muitos dos que ela protegia estavam longe de serem livres, sentiu a urgência de um trabalho a seu favor.

Beatificada por João Paulo II a 20 de Novembro de 1988, a Irmã Maria Drexel é considerada a padroeira de todos os povos indígenas. 

Marcações: JOvens, Valores, Testemunho

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias