Jack Andraka: Quando a tecnologia pode ajudar a salvar vidas

0
0
0
s2sdefault

Com 22 anos, o jovem norte americano Jack Andraka já contribuiu (e muito) para a comunidade científica. Com 17 anos fez uma grande descoberta - um teste que pode detetar cancro do pâncreas, ovário e pulmão em apenas 5 minutos.

 

As estatísticas mostram que a probabilidade de cura destas doenças depende do quão precocemente é detetada. Ainda que não esteja totalmente pronto para ser comercializado, o sistema inventado por Andraka alcançou 100% de eficácia nos testes preliminares, o que coloca grandes esperanças no futuro da saúde. 

E tudo começou por uma experiência pessoal:

 "Já experimentaram na vossa vida um momento tão confuso e doloroso que a única coisa que querem é aprender o máximo possível para entender o que aconteceu? Quando eu tinha 13 anos de idade, um amigo próximo da minha família, que era como um tio para mim, morreu de cancro no pâncreas. Quando a doença bateu tão forte em casa, eu soube que precisava de saber mais.”

Aproveitando este momento difícil como um estímulo para chegar maos longe,  Jack estudou e estudou com os únicos meios à sua disposição: os artigos científicos gratuitos que encontrava na Internet. Consultou milhares de artigos e aos 15 anos de idade, depois de uma aula de biologia, a ideia surgiu-lhe com a certeza de grandes inspirações.

Andraka sabe que vai dedicar sua vida à ciência e que a sua contribuição pode salvar muitas vidas. "A imagem da ciência como algo austero, consistindo em memorizar e depois compilar dados, é errónea. A ciência não é sobre isso. A ciência consiste em usarmos a nossa curiosidade e criatividade para explorar e melhorar o mundo que nos rodeia".

Marcações: JOvens, Valores, Ciência, Testemunho

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias