As ecografias: os morcegos dos tempos modernos

0
0
0
s2sdefault

Já viste o filme “Como treinar o teu dragão”? E se tivesses um morcego, não gostarias de o treinar? E para que o utilizarias?

Dizem que há uns tempos atrás um senhor chamado Lazzaro Spallanzani descobriu que os morcegos conseguem deslocar-se usando o som em vez da visão. O que é isto? É a ecolocalização. Isto é possível porque os morcegos emitem ondas sonoras (tal como nós quando falamos) e quando estas encontram algum obstáculo são refletidas de volta. Através deste método eles conseguem perceber o espaço ao seu redor, sem terem de utilizar a visão.

Então porque não treinar um morcego para ver o interior do ser humano?

Bem, esta é mais ou menos a ideia que deu origem às ecografias. As sondas de ecografia emitem ondas sonoras (numa frequência que não ouvimos) e depois captam as que são refletidas na pele, nos órgãos e nos ossos que encontram no caminho. De seguida o computador calcula a distância entre a sonda e os tecidos/órgãos e o tempo que demora até receber uma onda refletida. Finalmente obtemos uma imagem em que vemos os tecidos/órgãos em diferentes intensidades de branco, de acordo com a velocidade a que as ondas os atravessaram.
Por exemplo, as ondas de som não atravessam os ossos e, por isso, são todas refletidas de volta para o aparelho de ecografia. Neste caso o que vemos é uma linha branca e nada mais. Já os líquidos transmitem muito bem o som e por isso se virmos a barriga de uma grávida vamos ver tudo a preto na zona do líquido amniótico (zona do líquido que cobre o bebé) mas o bebé vemos numa cor mais clara porque a sua pele, os seus músculos, etc, são atravessados por umas ondas e refletem outras permitindo ao computador analisar a morfologia do mesmo.
Assim sendo, e tendo em conta que as ondas de som não fazem nenhum mal aos bebés, este é o método utilizado para avaliá-los durante a gravidez.

Então e o que se pretende ver ou o que se consegue ver?

A regra é que se faça, no mínimo, uma ecografia em cada trimestre durante a gravidez. Em todas as ecografias, são avaliados fatores como o número de fetos e a atividade do coração dos mesmos mas à medida que o bebé vai crescendo dá-se atenção a diferentes coisas nos diferentes momentos:

Ecografias

 

Todas estas avaliações, nomeadamente as que correspondem ao corpo do bebé, eram feitas inicialmente num formato 2D mas atualmente, beneficiando da evolução da tecnologia, há aparelhos de ecografia que conseguem dar uma perceção 3D dos bebés, facilitando nalguns casos que os pais já tenham uma ideia da face dos seus bebés ainda antes de eles nascerem.

Interessante não é? Ainda mais se pensares que tudo começou numa descoberta feita em morcegos.

Marcações: Valores, Saúde , Ecografias, Bebés

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.