Escuta, Arrisca e Vive a Palavra | Domingo XIX do Tempo Comum

0
0
1
s2smodern

Muitas vezes é-nos apresentado o desapego das coisas como exercício de renúncia. Para Jesus o desapego não é tanto um sacrifício. Centrado como está em seu Pai, Jesus vive as realidades terrenas com naturalidade e nada O descentra do Pai.

 Domingo XIX do Tempo Comum | Lc 12, 13-21 

Esta vivência é a que propõe aos discípulos. Estar pendentes de Deus impede que estejamos pendentes de outras coisas.

Quando algo nos ocupa ou preocupa em excesso e com urgência, esquecemos tudo o resto: “Estava tão concentrado nas minhas coisas”, “estava tão ocupado com este problema que perdi a noção do tempo e do resto”, dizemos às vezes. Dar importância em excesso a uma coisa leva-nos a esquecer as demais coisas que temos de gerir.

O discípulo não recebe ordens de fora ou porque estão a vigiá-lo.

É o amor que tem dentro que o torna vigilante e lhe impõe as tarefas que tem de empreender.

Bom Domingo!

Marcações: Valores, Evangelho, Jesus , Meditação

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias