Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Notice: Trying to access array offset on value of type int in /home/www/html/templates/yoo_bento/warp/src/Warp/Config/Repository.php on line 243

Pegada de carbono: as cidades com piores resultados são estas

0
0
0
s2sdefault

Os Estados Unidos abrigam três das dez principais cidades do mundo com as piores pegadas de carbono, segundo um novo estudo.

 Investigadores da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia reuniram dados sobre as emissões de carbono de 13.000 cidades em todo o mundo e construíram um mapa interativo dos resultados. Durante a pesquisa, descobriram que Nova Iorque, Los Angeles e Chicago tinham emissões de carbono extremamente altas.

Seul ficou em primeiro lugar, com uma produção de 276,1 toneladas métricas de dióxido de carbono por ano. Guangzhou, China, fica em segundo lugar, seguido por Nova Iorque; Hong Kong; Los Angeles; Xangai; Cingapura; Chicago; Tóquio / Yokohama, Japão; e Riade, Arábia Saudita.

This map built by researchers at the Norwegian University of Science and Technology show carbon emission levels for 13,000 cities worldwide.

De uma forma geral, as 100 principais cidades representaram cerca de 18% da pegada de carbono global do planeta, sendo as cidades e subúrbios mais ricos os maiores culpados. A boa notícia é que “isto significa que estes governos podem agir em conjunto e reduzir significativamente as pegadas de carbono totais nacionais”, disse Daniel Moran, autor principal do estudo, na divulgação do estudo. Mas a má notícia é que algumas das cidades mais ricas estão com assustadoramente altos níveis de emissões de carbono, enquanto os países mais pobres estão a sofrer mais com o aquecimento global.

É provável que as cidades com maior número de pessoas tenham uma pegada de carbono maior no geral, mas algumas áreas metropolitanas relativamente pequenas nos Estados Unidos ainda têm uma produção surpreendentemente alta. Miami, uma cidade de aproximadamente 5,5 milhões de habitantes, tem 21, por exemplo - é mais alta na lista do que Nova Déli, na Índia, uma cidade com mais de 20 milhões de habitantes.

Desde que o presidente Donald Trump anunciou o seu plano para sair do Acordo de Paris em junho de 2017, o futuro dos EUA parece um pouco sombrio no que toca à ecologia. O acordo - assinado pela primeira vez pelos EUA durante o governo Obama - pretendia combater a mudança climática fazendo com que as nações participantes reduzissem significativamente suas emissões de carbono (entre outras coisas).

Na época, os EUA assumiram reduzir as emissões dos gases responsáveis pelo efeito estufa até 2025. Enquanto os restantes países avançam para o Acordo de Paris, o governo Trump continua a retirar fundos da pesquisa climática - incluindo um corte de investimento num programa da NASA de 10 milhões de dólares por ano que monitoriza o fluxo de dióxido de carbono no planeta.

Por enquanto, cientistas continuam por descobrir a melhor forma de trabalha para reduzir as emissões. Mas mesmo o comum mortal tem o poder de controlar pelo menos um terço da sua pegada de carbono, segundo o estudo, o que significa que todos podem fazer a sua parte.

Marcações: Valores, Ecologia, Ambiente, Poluição, Reciclagem , Cidades, Pegada de carbono

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

  • Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    Sexta-Feira Santa: O dia do silêncio

    A celebração de Sexta-Feira Santa é a mais original de todas as da Liturgia romana: Não há eucaristia. O silêncio, o jejum, a oração, as devoções tradicionais, sobretudo as que ajudam a meditar e orar o mistério da cruz, elemento central deste dia ... 

  • Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Quinta-Feira Santa: A melhor lição de Jesus

    Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal da morte, sepultura e ressurreição do Senhor. São João dá-nos a chave de tudo o que vivemos: "Amou-nos até ao extremo". 

  • Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    Nos passos de Jesus: A fome no mundo

    A nossa proposta de reflexão de hoje centra-se nas milhares de pessoas que passam fome no mundo. Hoje propomos-te os números da fome no mundo. O que podemos nós fazer para inverter esta situação? 

  • O meu pai é o melhor do mundo!

    O meu pai é o melhor do mundo!

    É a maior frase feita do mundo, já sabemos. Infelizmente, contudo, nem toda a gente tem a felicidade de ter um pai tão fixe como os nossos. É por isso que hoje decidimos agradecer a todos os pais fixes do mundo. 

  • Como lidar com

    Como lidar com "bullies"?

    Se estás a ser vítima de "bullying", há muito que podes fazer. Enquanto táticas diferentes funcionam para pessoas diferentes, lembra-te que nunca estás sozinho.

  • Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos passos de Jesus: A vida no Hospital

    Nos hospitais também há crianças e adolescentes. Os acidentes ou as doenças não escolhem idades. Vale a pena dialogar acerca do que é a vida no hospital.

  • Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Imigrantes: o que posso aprender com eles?

    Portugal tem sido um país de acolhimento de variadas culturas. Motivações económicas e políticas são as principais causas para muitas pessoas largarem aquilo que conhecem como casa, como lar. O que podemos aprender com estas histórias de vida?

  • 5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    5 factos sobre o Dia Internacional da Mulher

    Há mais de 100 anos que o dia 8 de março ficou conhecido como o Dia Internacional da Mulher. Ainda que tenha diferentes significados em vários pontos do globo, hoje é preciso fazer mais do que publicar uma foto com uma hashtag catita.

  • Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Nos passos de Jesus: perseguidos pela fé

    Segundo o relatório sobre a Liberdade Religiosa no mundo, a Fundação da Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), 20% dos países do mundo não respeitam a liberdade religiosa.

  • O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    O meu amigo está a experimentar drogas, o que posso fazer?

    Hoje a nossa proposta de reflexão é a da liberdade dos vícios. São situações muito difíceis de gerir e às quais temos de ter um grande nível de empatia e compreensão. 

  • Sábado Santo: O dia do

    Sábado Santo: O dia do "nada"

    A celebração de Sábado Santo consiste em não ter celebrações. 

  • Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Nos passos de Jesus: O que posso fazer pelos refugiados?

    Segundo dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, no final de 2017, estavam deslocadas contra a sua vontade 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo, em resultado de guerras, conflitos armados ou violação dos direitos humanos.