Mas afinal o que é que o Papa disse?

0
0
1
s2smodern

Se andaste atento às notícias, reparaste que há uma citação do Papa Francisco que anda a causar alguma agitação.

 

Desde 2013 que o Papa Francisco tem conversas com o jornalista Eugenio Scalfari (que é ateu). Na altura, o Papa explicou que acha importante a troca de ideias, por vezes até discordantes, como uma forma de crescimento na fé. Scalfari é conhecido por não gravar entrevistas, reconstrói as entrevistas de memória.

Numa entrevista publicada no jornal La Republicca, Scalfari fez esta pergunta ao papa:

Sua Santidade, no nosso encontro anterior, disse que a nossa espécie desaparecerá num determinado momento e que Deus, fora da sua força criativa, criará novas espécies. Sua Santidade nunca falou comigo sobre as almas que morreram em pecado e irão para o inferno para sofrer por toda a eternidade. Tem, no entanto, falado comigo de boas almas, admitido na contemplação de Deus. Mas e as almas más? Onde são punidas?

O papa supostamente terá dito que as "almas más não são castigadas. Aqueles que se arrependem obtêm o perdão de Deus e ocupam o seu lugar nas fileiras onde estão aqueles que O contemplam. Mas aqueles que não se arrependem e não podem ser perdoados, desaparecem. Não existe inferno. Existe o desaparecimento de almas pecadoras."

Esta frase, a ser verdade, causa uma certa rutura com aquilo que a Igreja Católica tem ensinado.

O Vaticano divulgou uma declaração que não nega os comentários do papa, mas ressalva que pode não ser uma citação exata:

“O Santo Padre Francisco recebeu recentemente o fundador do jornal La Repubblica numa reunião privada por ocasião da Páscoa, sem lhe dar nenhuma entrevista. O que é relatado pelo autor no artigo de hoje [no La Repubblica] é o resultado de sua reconstrução, em que as palavras textuais pronunciadas pelo Papa não são citadas. Nenhuma citação do artigo acima mencionado deve, portanto, ser considerada como uma transcrição fiel das palavras do Santo Padre ”.

Marcações: Igreja, Jesus , Papa Francisco, Entrevista

0
0
1
s2smodern

Últimas Notícias